10 de novembro de 2016 às 20:55

Fórum Regional busca consenso sobre utilização da água

Buscar alternativas para produzir com qualidade, visando também a preservação ambiental, é o objetivo do 1º Fórum Regional do Meio Ambiente, que acontece no dia 07 de dezembro (quarta-feira), a partir das 8h, na sede do Parque de Exposições do Sindicato Rural.

O assunto foi tema de debate realizado na programação da Rádio São Luiz entre o agrônomo Otélio Busanello, presidente do Condema Antônio Sérgio Pacheco e produtor Rural César Comparsi.

Intenções

Coordenando o encontro, transmitido no programa Olho Vivo, Busanello questionou Pacheco sobre a abrangência do evento. Em resposta, o Presidente do Condema disse que o Fórum pretende promover o debate reunindo não apenas a comunidade e produtores locais, mas também representantes de outros municípios.

Palavra do produtor

Para o produtor César Comparsi, a irrigação é uma das principais ferramentas para a lavoura e todo projeto de irrigação depende de licenças ambientais que, se feitas de modo errôneo, podem trazer problemas de autuação para os produtores, impedindo ações futuras, como solicitação de empréstimos e participação em leilões. Essa questão não é tão simples, pois precisa haver entendimento entre as autoridades competentes sobre as normas ambientais, uma vez que, segundo César, nem sempre o que é certo para o Município é certo para o Estado e vice-versa.

Preocupação

Pacheco também se declara preocupado com essa situação, pois a Resolução 323, recentemente enviada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente, deixa muita dúvidas para os órgãos de fiscalização e isso pode acabar terminando em transtornos para o produtor.

Conforme ressaltou Pacheco, a água não muda, ela é sempre a mesma, mas está acabando. Cabe às autoridades uniformizarem os regulamentos para que esse bem tão precioso não seja desperdiçado ou e que seja aproveitado para render com todo o seu potencial.