15 de março de 2017 às 09:27

Ranking do MEC indica CNEC/IESA como a segunda melhor Instituição privada de toda a região

Ministério da Educação divulgou os indicadores do ensino superior referentes a 2015. Curso de Ciências Contábeis avançou para conceito ‘4’ e Administração e Direito mantiveram conceitos ‘3’

Índices como os divulgados pelo MEC atestam a atuação de Instituições como a CNEC/IESA, que são referências, já consolidadas na região

Na última semana, o Ministério da Educação – MEC/INEP divulgou os indicadores de qualidade do ensino superior brasileiro, considerando insumos referentes ao ano de 2015. Os índices são gerados a partir das informações preenchidas pelas instituições brasileiras ao Censo da Educação Superior, bem como por meio de avaliação das instituições realizadas pelos alunos concluintes, assim como através do desempenho dos formandos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – Enade. Em 2015, foram avaliados os cursos bacharelados nas áreas de Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins e os Eixos Tecnológicos em Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design.

Na CNEC/IESA participaram do Exame alunos concluintes 2015 dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Direito. A partir do desempenho, o MEC divulga dois índices que variam de 1 a 5. O Conceito Enade é um indicador de qualidade calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos de graduação no Enade. Já o Conceito Preliminar de Curso – CPC é um indicador de qualidade que agrega diferentes variáveis: resultados da avaliação de desempenho de estudantes, ou seja, o Conceito Enade; titulação e regime de trabalho do corpo docente; percepções dos estudantes sobre a organização didático-pedagógica, infraestrutura e as oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional.

Na CNEC/IESA os cursos de Administração e Direito mantiveram os conceitos Enade e CPC ‘3’. Já o curso de Ciências Contábeis no Conceito Enade manteve o ‘3’ e alcançou CPC ‘4’. Para o diretor da Instituição, Gilberto Kerber, “a direção vem efetivando todos os esforços para aumentar os conceitos dos cursos, qualificando os professores e oferecendo uma estrutura completa aos alunos. O resultado confirma que estamos no caminho certo, oferecendo um ensino de excelência aos nossos alunos”.

De acordo com o coordenador do curso de Direito, professor José Lauri Bueno de Jesus, o resultado obtido na avaliação MEC (ENADE), deve-se ao esforço do grupo de professores e alunos que se dedicaram muito para que o êxito alcançado fosse logrado. “O resultado está aí, valeu a pena toda a dedicação. Obrigado aos professores do curso de Direito que não mediram esforços e  aos alunos que entenderam a importância e necessidade da avaliação”, destacou o professor, lembrando que o curso de Direito do IESA possui ainda conceito ‘4’ em avaliação in loco realizada por avaliadores do Ministério da Educação, e mantém ao longo de anos sucessivos índices elevados de aprovação também no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, o que revela a tradição e diferenciação do curso.

Conforme o professor Paulo Barreto, coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis o desempenho obtido pelos cursos em 2015 reflete o avanço e o investimento constante na qualificação dos espaços de prática e professores atuantes no mercado de trabalho. “O bom desempenho reflete que os egressos de Administração e Ciências Contábeis do IESA recebem nos 4 anos de curso uma sólida formação teórica, assim como conhecimento de formação geral, consciência crítica e diferenciada nos espaços de atuação prática”.

ÍNDICE GERAL DE CURSOS

A partir do desempenho e conceitos obtidos em cada curso o MEC apresenta um ranking geral das instituições de ensino superior brasileiras, por meio do Índice Geral de Cursos – o IGC. Neste ranking a CNEC/IESA ocupa a segunda colocação entre as instituições de ensino privadas de toda a região noroeste, incluindo as Missões, Grande Santa Rosa e Ijuí. O Conceito do IESA é 2,8208 e o ranking é de consulta pública e pode ser acessado no site do MEC/INEP no link http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/id/666223. A primeira colocada é a Unijuí com o índice 3,0102.

Para o diretor Kerber, índices como os divulgados pelo MEC atestam a atuação de Instituições como a CNEC/IESA, que são referências, já consolidadas na região. “É importante que os alunos avaliem bem as instituições e cursos ao ingressarem no ensino superior”, frisou.

Fonte: assessoria de imprensa