11 de abril de 2017 às 09:24

Com saída do Governo, PDT poderá trabalhar melhor candidatura em 2018

Loureiro apontou pacote de cortes e impulso para candidatura própria como fatores determinantes para o rompimento. Foto: divulgação AL

Político que tem sua base na região das Missões, o deputado Eduardo Loureiro comentou a saída de seu partido, o PDT, do círculo de sustentação do Governo Sartori. A decisão foi tomada em assembleia do partido realizada na noite de segunda-feira (10), onde se deliberou pela retirada do apoio ao Governo do Estado por 201 votos a 7.

Para Loureiro, a decisão refletiu um processo que era inevitável, devido às muitas divergências que vinham aparecendo entre o PMDB (partido do Governador) e o PDT. A principal causa apontada por Loureiro foi o pacote de medidas para corte de gastos anunciado pelo Governo e submetido à Assembleia.

O Deputado também mencionou o lançamento de candidatura própria do PDT para as eleições ao Governo do Estado em 2018, o que demanda uma certa independência de atitudes por parte de seu partido a partir de agora.

Oposição

Mesmo assim, Loureiro anunciou que a oposição do PDT deverá ser feita de forma equilibrada: “Não tem sentido votar contra tudo, assim como não teria sentido votar a favor de tudo”, destacou o parlamentar.

Por Genaro Caetano/Rádio São Luiz