13 de setembro de 2017 às 16:19

Cpers e Governo negociam parcelamento na quinta-feira

Viviane e Joner em participação no programa Expressão Livre. Foto: Genaro Caetano/Rádio São Luiz

O programa Expressão Livre desta quarta-feira (13) teve a participação dos dirigentes do 33° Núcleo do Cpers, Joner Nascimento (presidente) e Viviane Cattelan (vice-presidente). Eles falaram a respeito da continuidade da greve e da evolução no contato com o Governo.

Acampados na praça junto ao Palácio Piratini, educadores pressionam o Governo Estadual em busca de negociação do parcelamento dos salários – eles também reivindicam o fim da cobrança de juros do Banrisul, ocasionada justamente pelo parcelamento dos salários, o que fez com que os servidores não pudessem honrar dívidas com o banco nos prazos estipulados.

Segundo os entrevistados, o Governo acenou com uma oportunidade para o comando da greve expor suas reivindicações. A reunião acontece nesta quinta-feira, dia 14. Joner falou sobre a precária situação que o parcelamento inflige nos servidores, com casos de alguns que nem mesmo podem pagar o transporte no início do mês.

Segundo dados do 33° Núcleo em relação à greve, a situação atual das escolas da região é a seguinte:

São Luiz Gonzaga – escolas Cruzeiro e Adalgisa tem aula normal. Osmar Poppe, Polivalente, Rui Barbosa, Senador, Joao Aloisio, Amalia, Dom Jaime e NEEJA Paulo Freire estão sem aulas. Escola São Luiz e CIEP parcialmente paradas.
Santo Antônio das Missões – TBG parcialmente parado. Escola Técnica Achilino de Santis, Escola Joaquim Nascimento Barcelos e Erico Verissimo paradas.
Bossoroca – Ensino médio com aula normal (dois professores em greve). Haidée com aula normal.
Dezesseis de Novembro – Pe. João Baptista R. com aula normal.
São Nicolau – Maria Seggiaro Hoffmann, São Nicolau com aula normal. Em Santo Izidro há três funcionários e um professor em greve.
Rolador – parcial nas duas escolas.
Mato Queimado/Santo Estanislau – parcial.
Pirapó/Escola Henrique Sommer – normal.

Por Genaro Caetano/Rádio São Luiz