15 de setembro de 2017 às 17:54

Departamento Jovem do CTG Galpão de Estância realiza atividade no Lar Escola

Foto: divulgação CTG Galpão de Estância

Tendo em vista que o movimento tradicionalista, além de formar tradicionalistas tem como objetivo formar cidadãos de bem, enganchados na divulgação da nossa cultura, atuando de forma positiva na sociedade, o Departamento Jovem do CTG Galpão de Estância realizou atividades propostas pelo DJ da 3ª RT que, como o tema “Voluntariado: Resgatando o verdadeiro valor do tradicionalismo”.

Atendendo a temática proposta, o Departamento Jovem do CTG Galpão de Estância em conjunto com Departamento Cultural, Gestão de Prendas e Peões, Invernadas e Patronagem, organizou uma campanha interna para doação de roupas e agasalhos, os quais foram distribuídos ao Lar Escola Nossa Senhora Conquistadora, que acolhe crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

No dia 05 de setembro os integrantes do Departamento Jovem do CTG Galpão de Estância – Catedral Xucra do Pago e alguns Peões e Prendas da entidade passaram a tarde com as crianças, adolescentes e funcionários do Lar Escola, onde inicialmente o Diretor do Departamento Jovem Bryan Leal de Melo e sua Vice Diretora Yasmim Bocacio Sommer realizaram fala sobre o tema qüinqüenal e a importância dos Jovens no movimento tradicionalista, visando transmitir a cultura, sabedoria, valores morais e éticos, que contribuam com a sociedade seguindo sempre a carta de princípios.

Na oportunidade, Departamento Jovem e Prendas e Peões do CTG Galpão de Estância – Catedral Xucra do Pago, conheceram a realidade de diversas crianças e adolescentes que estão no lar, sua rotina, organização e atividades desenvolvidas no internato. Durante a visita também foram realizadas atividades recreativas e brincadeiras e a entrega das roupas arrecadadas em doação organizada anteriormente, visando contribuir com as necessidades dos mesmos.

Foi uma tarde cultural, de alegria, integração, aprendizagem e muitas de suma importância para a divulgação do tradicionalismo e para comunidade em geral.

Por Cristiane Barcellos Bocacio, 1ª Sota Capataz – Departamento Cultural do CTG Galpão de Estância