21 de dezembro de 2017 às 16:01

Danci Ramos celebra a vida e conquistas na carreira

Encontro de artistas: Danci no estúdio com o apresentador e também compositor João Ribeiro. Foto: Genaro Caetano/Rádio São Luiz

Representante de uma família que possui uma veia artística incrustada na história missioneira, a escritora Danci Caetano Ramos participou do programa Expressão Livre de quinta-feira (21). Hoje moradora de Porto Alegre, ela falou sobre suas obras e conquistas recentes como autora.

Ela levou até nossa emissora um exemplar de seu 10º livro, intitulado “Poesias Circunstanciais” e lançado na Feira do Livre de Porto Alegre. Danci exaltou a receptividade que teve da forte Colônia São-luizense de Porto Alegre no momento do lançamento, não deixando de mencionar o apoio do sempre solícito vereador João Carlos Nedel em suas iniciativas.

Sobre as conquistas, ela informou que, neste ano, ganhou o concurso da Comunidade Lusobrasileira/RS, levando o prêmio “Autor Lusobrasileiro”. Essa honraria é mais uma prova do talento que é tão característico à família de Danci.

Para não esquecer de mencionar sua terra da Timbaúva, a entrevistada também lembrou do tempo em que viveu na referida localidade, hoje município de Bossoroca, junto com seus irmãos Juca, Gelsa e Teresinha, além do primo Jayme, que mais tarde viria a se tornar o maior representante dos poetas missioneiros.

Encerrando sua participação, ela declamou alguns versos feitos especialmente para a Timbaúva:

O Rincão da Timbaúva dentro do peito eu carrego
Minha origem não renego, só tenho que me orgulhar
Rincão que sempre vou amar, onde cresci e fui feliz
Um distrito de São Luiz, mais tarde emancipado
Junto com outros distritos à Bossoroca incorporado
Hoje vivendo distante eu sinto muita saudade
Sou fiel na amizade e muito mais no amor
Por isso eu peço ao senhor que me permita voltar, nem que seja pra passear
E depois de um dia de chuva sentir o cheiro da terra, do Rincão da Timbaúva

Por Genaro Caetano/Rádio São Luiz