14 de dezembro de 2017 às 15:34

Livro “Lembranças do CTG Galpão de Estância” será lançado no dia 20 de dezembro

Duas das autoras (próximas ao microfone). As outras, antigas prendas do CTG, estão morando em outras cidades. Foto: RSL

A história de uma das mais representativas entidades de São Luiz Gonzaga estará no livro produzido por um quarteto de prendas da Catedral Xucra do Pago. Fundado na sede da Rádio São Luiz no ano de 1954, o CTG Galpão de Estância encontrou nas jovens Hêrica Keller, Bibiana Ramborger, Caroline Tibola, e Maísa – 1ª prenda juvenil – a iniciativa que faltava para documentar os seus 63 anos.

Hoje cedo, uma comitiva de divulgação, na qual também estavam Roseli Teixeira e Shirley Ferrari, falou sobre este momento representativo de uma entidade que teve nomes como Jayme Caetano Braun. Conforme Hêrica, idealista do projeto, o livro será uma marca das autoras na entidade, mas principalmente um documento que vai ajudar as futuras gerações a compreender a rica história do local.

Foram meses de pesquisa ouvindo pessoas da comunidade que viveram estas seis décadas. O resultado é um trabalho que traz a história de todos os patrões, as conquistas com prendas regionais e estaduais, a participação do CTG na sociedade e sua contribuição para o tradicionalismo.

Roseli e Shirley, que com suas experiências nortearam as ações das prendas, definem a produção do livro como uma aventura: algo pioneiro e representativo nesta linha do tempo tão rica que o Galpão possui.

O lançamento oficial é no dia 20 de dezembro, quarta-feira, no CTG Galpão de Estância. Será um jantar, a partir das 21h, cujo cardápio conta com porco assado, rocambole, arroz a grega, moranga caramelada e saladas. O preço é de R$ 15.

Mesmo as pessoas que não estejam ligadas ao CTG estão convidadas, pois, segundo Shirley “é um momento representativo para a cultura local”.

Fonte: Rádio São Luiz