28 de dezembro de 2017 às 16:43

Presidente da Câmara de Rolador apresenta relatório de sua gestão

Vereador Luciano Mallmann. Foto: Genaro Caetano/Rádio São Luiz

Vereador que esteve à frente do Poder Legislativo do Município de Rolador em 2017, Luciano Mallmann (PMDB) participou do programa Olho Vivo desta quinta-feira, 28/12. Ele fez um relatório geral das despesas e demais atividades da Câmara neste ano.

Muito destacada durante a entrevista, a economia de recursos feita no ano resultou em diversos benefícios para a comunidade. Segundo Mallmann, o dinheiro devolvido ao Executivo no final da gestão poderá ser aplicado para auxiliar demandas da comunidade. Uma delas é referente ao transporte de alunos do Município para a UFFS de Cerro Largo, para que os mesmos possam se deslocar sem precisar ir morar na sede da Universidade.

Equipamentos agrícolas

Comunidades do interior também serão beneficiadas por essa economia, com a aquisição de equipamentos. Uma semeadeira será entregue para os moradores do Faxinal. Já os habitantes da Figueira receberão uma cortadeira de alfafa e, no Quaresma, será entregue um novo resfriador.

Justiça e investimentos

A Câmara também atuou na esfera judicial em defesa dos interesses de cidadãos, como os habitantes próximos à barragem São José, na questão dos alagamentos de terras – atualmente ainda há ações tramitando. Outro objetivo é a implantação de uma cooperativa agroindustrial no Município, o que ainda está em estudo por parte da Prefeitura, Câmara e produtores.

Agradecimento

Ele agradeceu a todos que acompanharam esse primeiro ano de trabalho da atual legislatura, que encerra 2017 em um bom clima entre todos os vereadores. Luciano também desejou uma boa gestão à presidente de 2018, Maria Rosantina da Rocha (PMDB).

Confira o relatório do Presidente em alguns itens:

Foram apresentados 81 projetos de lei do Poder Executivo, sendo rejeitado um projeto e retirados outros sete pelo próprio Executivo. Os demais foram aprovados.
Foram apresentados sete projetos, tramitados 21 requerimentos e 47 indicações.
Aquisições de patrimônio e investimentos no ano foram de R$ 4.328,90.
Gastos em diárias totalizaram R$ 17.890,73.
Gastos em inscrições para cursos totalizaram R$ 6.918,00.
Gastos em passagem e combustíveis totalizaram R$ 11.773,70.
Valor de sobra do duodécimo ficou em torno de R$ 118.000,00 (já devolvido).

Por Genaro Caetano/Rádio São Luiz