24 de janeiro de 2018 às 10:30

Secretaria de Saúde inclui mais vacinas no calendário

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Luiz Gonzaga informa a comunidade sobre as alterações no calendário vacinal para 2018. Atendendo a uma nota informativa do Ministério da Saúde, mais vacinas foram incluídas no calendário e algumas sofreram alterações nas faixas etárias e público alvo.

Neste ano, foi disponibilizada a segunda dose da vacina varicela para crianças de quatro até seis anos de idade. A vacinação nesta faixa etária tem o objetivo de corrigir possíveis falhas vacinais da primeira dose e aumentar a proteção contra a doença, prevenindo surtos de varicela (especialmente em creches e escolas). A primeira dose da vacina é ofertada aos 15 meses de idade, com a vacina tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) ou varicela atenuada, disponível na rotina de vacinação das crianças desde 2013.

Com as alterações no calendário, a vacina do HPV foi disponibilizada para a população do sexo masculino de 11 a 14 anos de idade, com esquema vacinal de duas doses. A vacina continua disponível também para a população do sexo feminino de nove a 14 anos de idade. A vacina meningocócica C também deverá ser aplicada em adolescentes, de ambos os sexos, de 11 a 14 anos de idade.

Febre amarela

Uma das vacinas incluídas no calendário vacinal, a vacina contra a febre amarela já integrava a rotina de imunização em São Luiz Gonzaga. A vacina está disponível para bebês a partir dos nove meses de idade.

A coordenadora do Serviço de Imunizações do município, a enfermeira Patrícia Bressan, afirma que as doses aplicadas não foram fracionadas, garantindo a imunização total contra a doença. “Estamos em uma região de risco. Há anos realizamos campanhas de vacinação e a comunidade sempre atendeu esse chamado e se vacinou, por isso estamos em uma situação relativamente tranquila. O Rio Grande do Sul sempre trabalhou com doses inteiras. Uma vez feita a vacina, a pessoa está imunizada para o resto da vida. A inclusão da vacina da febre amarela no calendário vacinal ocorre devido alguns municípios do Estado não realizarem essa rotina, diferente de São Luiz Gonzaga”.

A enfermeira Patrícia Bressan ressalta que as unidades de saúde do município estão a disposição da comunidade para informar sobre as alterações no calendário vacinal. “Todos os profissionais vacinadores da rede municipal de saúde participaram de uma reunião para a atualização quanto as mudanças no calendário vacinal. Estamos a disposição da comunidade para sanar possíveis dúvidas quanto as imunizações”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga

Foto em destaque: arquivo/Prefeitura