3 de janeiro de 2018 às 10:49

Vereador Chiquinho fala sobre futuro dos pleitos da Câmara

Vereador destacou alguns projetos que gostaria que fossem mantidos neste ano. Foto: Genaro Caetano/Rádio São Luiz

Presidente da Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga no primeiro ano da legislatura 2017/2020, Francisco Lourenço (PDT) foi entrevistado no programa Olho Vivo desta quarta-feira (3), um dia após a primeira sessão ordinária do ano de 2018.

Chiquinho deixa o mandato sem eleger um sucessor da bancada de oposição, que representa a maioria no Legislativo. Com a situação no comando da mesa, devido a uma surpresa no voto do vereador Adão Schmitz (PDT), os planos da gestão passada agora dependem mais da mobilização dos novos componentes da mesa.

Nas mãos da nova gestão

Sobre as atividades que marcaram sua administração e que tiveram boa repercussão, Chiquinho citou a descentralização das sessões ordinárias da Câmara, com reuniões no interior e em bairros da cidade. Apesar de ressaltar a inovação proporcionada por este projeto, Chiquinho disse que a continuidade do mesmo agora depende dos novos gestores.

Outra demanda que está nas mãos da atual gestão é a construção da nova sede da Câmara. Desde que o terreno foi adquirido, em 2010, várias tratativas haviam sido feitas para viabilizar essa construção e o Legislativo tinha planos de iniciá-la até em 2017, o que não foi possível por alguns detalhes.

Novo foco

Sem o encargo de presidente, que exerceu com muito compromisso, não apenas com seus colegas, mas também com o Poder Executivo, Chiquinho agora pretende dedicar mais tempo ao seu mandato como vereador, atendendo a comunidade de forma mais efetiva.

Por Genaro Caetano/Rádio São Luiz