Prefeito de Bossoroca comenta sobre a situação da RS-168 e das pontes existentes na rodovia

Juca-Dutra-1
Juca-Dutra-1

Em entrevista à Rádio São Luiz, o prefeito de Bossoroca, José Moacir Dutra, falou sobre a situação da RS-168 e do comunicado de interdição parcial da ponte sobre o Rio Piratini emitido na tarde de ontem.

Conforme Dutra, “infelizmente, são problemas que fazem parte da realidade da RS-168. Tem a cabeceira da ponte sobre o Rio Icamaquã, onde há alguns meses acabou cedendo a camada que dá suporte ao asfalto, e isso gera preocupações, pois requer um reparo que implica em custos ao governo, que está em dificuldades”, explicou.

Ainda segundo o Chefe do Executivo bossoroquense, “levamos a situação da nossa estrada e das pontes ao conhecimento do DAER e da Secretaria de Transporte, a qual disse que vai tomar providências. Já na ponte sobre o Rio Piratini, existe uma limitação de peso (24 toneladas), limitação que é bem significativa para o tipo de tráfego que a estrada possui”.

Dutra ressaltou que a situação da estrada segue a mesma há muito tempo: “sem reparos e sem possibilidade de fazer um tapa buracos por falta de material. Isso causa apreensão de quem transita, pois é uma situação desconfortável. Existem buracos largos e profundos que acabam danificando pneus e suspensões. A população não devia estar passando por isso, e se o Estado não tomar medidas enérgicas com significativas mudanças, a situação só irá piorar”, lamentou o prefeito.

Emerson Scheis/Rádio São Luiz