Unidade são-luizense da Cesa vai a leilão no dia 2 de abril

Dentro do complexo da Cesa, unidade são-luizense é a que possui maior capacidade estática de armazenagem de grãos. (Foto: divulgação)

O leilão da unidade são-luizense da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) vai ocorrer no próximo dia 2 de abril, às 10h. A estrutura, com 12,8 mil metros quadrados de área construída e capacidade de armazenagem de mais de 83 mil toneladas de grãos, terá valor mínimo de R$ 21.151.876 milhões.

Artur Dariano, diretor administrativo financeiro da companhia, em entrevista para a São Luiz, relembra que essa situação é devida ao fato de que a Cesa tem nos seus ativos um componente importante para pagamento de uma dívida trabalhista, a qual já tramita há muito tempo. “Quando assumimos em 2015, traçamos planejamento para pudéssemos nos desfazer das unidades de maneira que não prejudicássemos o orçamento e o pagamento interno. Assim, dividimos as unidades em três lotes. São Luiz estava no último”, explica.

A divisão citada por Artur obedeceu os seguintes fatores: primeiro foram leiloadas aquelas que estavam desativadas e deficitárias, depois as deficitárias e de menor lucro e, por último, as que ainda eram rentáveis. Dentro do complexo da Cesa, a unidade são-luizense é a que possui maior capacidade estática de armazenagem de grãos, motivo pelo qual, segundo Artur, torna-a bastante atraente aos investidores.

Questionado sobre possíveis compradores, ele comenta que houveram sondagens, mas que oficialmente não há nada.

O processo de fechamento da Cesa iniciou em 2018, com prazo estipulado de dois anos. Paulatinamente, os administradores estão encolhendo a estrutura para, segundo Artur, entregar com uma estrutura mínima que seja menos onerosa para o estado.

Fonte: Rádio São Luiz

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email