Projeto “E se fosse comigo?” trabalha a empatia com os alunos da Escola Boa Esperança

A empatia pode ser definida como a capacidade de se colocar no lugar do outro, sentir o que o outro sente. A empatia também é o eixo do projeto “E se fosse comigo?”, desenvolvido com os alunos do 5º ano da EMEF Boa Esperança. Nesta semana, professores e estudantes do educandário visitaram a Prefeitura de São Luiz Gonzaga para apresentar o projeto ao prefeito Sidney Brondani.

Na ocasião, os alunos realizaram a leitura de poemas – os quais irão integrar um livro sobre o projeto – e cantaram uma paródia sobre a importância da empatia. Os estudantes também confeccionaram um cartaz abordando o tema, o qual está em exposição no Salão Nobre da prefeitura. Segundo a professora Silvia de Oliveira Santos, coordenadora do projeto “E se fosse comigo?”, a proposta surgiu devido a brigas e casos de bullying registrados na turma. O projeto acabou por modificar o comportamento dos alunos e também foi trabalhado em outras turmas da escola e junto a comunidade. “Estou muito feliz e emocionada, o trabalho realmente mexeu com eles. Sinto que tenho uma nova turma, que ama e que perdoa mais!”, afirmou a professora.

O prefeito Sidney Brondani, parabenizou a professora Silvia de Oliveira Santos e os alunos da Escola Boa Esperança pelo projeto. “Problemas todos os lugares têm, mas a visão para identifica-los e buscar soluções é algo raro. Empatia é uma palavra com um significado muito forte e vocês conseguiram captar e repassar essa mensagem, aprendendo algo muito importante e que deve ser levado pela vida toda: a boa convivência com nossos semelhantes. Parabenizo a Escola Boa Esperança, aos alunos e todos os envolvidos com o projeto pela iniciativa”, destacou o chefe do Executivo.

A visita a Sede Administrativa também foi acompanhada pelo diretor da EMEF Boa Esperança, Nilton Souza de Matos; pela vice-diretora Tatiana Guerche de Melo e pela coordenadora da escola, Carmem Lúcia Machado Martins. Os alunos também visitaram a Secretaria de Educação e Esporte (Semede), ocasião em que apresentaram a proposta para a equipe da pasta. O projeto “E se fosse comigo?” é um dos quatro representantes do município que irão participar da Mostra Regional da Saúde – vivências que dão certo, no dia 8 agosto, em Santo Ângelo.

 

Larissa Dorneles / AI Prefeitura de São Luiz Gonzaga  

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email