São Nicolau está entre os municípios que receberam crédito do BRDE para investir em infraestrutura

“Isso vai permitir aos municípios cumprirem demandas muito fortes e de alto custo, atraindo investimentos”, disse Leite.

Quinze municípios gaúchos deixaram o Palácio Piratini, no final da manhã desta quinta-feira (1º/8), com um total de R$ 48,5 milhões de crédito para investir em infraestrutura urbana e rural e aquisição de maquinário.

A liberação dos recursos, financiados pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), por meio do Programa BRDE Municípios, foi assinada pelo vice-presidente da instituição, Luiz Noronha, e pelo governador Eduardo Leite em solenidade no Salão Alberto Pasqualini.

“Nós queremos um Estado mais forte e com maior capacidade de atração de investimentos. Para isso, precisamos de municípios bem estruturados, pois é lá que a vida acontece. Pode ser que uma pessoa nunca precise de escola ou saúde pública, mas ela com certeza vai precisar da infraestrutura pública. Por isso, o dia de hoje é tão importante, porque vai permitir aos municípios cumprirem demandas muito fortes e de alto custo, injetando autoestima, confiança, qualidade e, consequentemente, atraindo mais investimentos e riqueza para essas cidades”, disse o governador.

O BRDE Municípios tem como objetivo o desenvolvimento dos municípios da Região Sul, por meio de liberação de recursos para projetos e obras que melhorem a qualidade de vida da população em área urbana ou rural.

Para serem beneficiárias desse programa, as prefeituras precisam ter capacidade de endividamento atestada pela Secretaria do Tesouro Nacional.

O BRDE Municípios garante recursos para projetos e obras que melhorem a qualidade de vida da população em área urbana ou rural. “Vocês, representantes dos 15 municípios hoje beneficiados, merecem todos os aplausos, porque conseguiram viabilizar a saúde pública das suas cidades, o que hoje não é fácil de conseguir, e por percorrerem o longo caminho para conquistar o financiamento do BRDE”, afirmou Leite.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, destacou o essencial alinhamento dos municípios, Estado e governo federal para que o país vença a crise e todos voltem a crescer. “Só será possível se trabalharmos juntos”, disse.

O vice-presidente do BRDE anunciou que, a partir de 2020, o banco vai passar a ter um valor mínimo de crédito disponível, em torno de R$ 150 milhões, todos os anos para as prefeituras dos três Estados do Sul. “Os municípios precisam ter financiamentos perenes para poderem se planejar e contar com um instrumento financeiro continuo para que os investimentos tenham continuidade”, afirmou Noronha.

MUNICÍPIOS E VALORES

Arvorezinha   R$ 1.500.000,00
Capitão   R$ 2.600.000,00
Chapada   R$ 1.373.531,00
Condor   R$ 5.600.000,00
Coronel Bicaco   R$ 1.000.000,00
Dom Feliciano      R$ 700.000,00
Minas do Leão   R$ 1.100.000,00
Mostardas   R$ 1.000.000,00
Nova Ramada   R$ 2.000.000,00
Santa Vitória do Palmar   R$ 5.000.000,00
Santa Cruz do Sul R$ 10.000.000,00
São Jerônimo   R$ 6.584.882,00
São Leopoldo   R$ 4.783.400,00
São Nicolau   R$ 3.286.406,48
Tucunduva   R$ 1.947.974,40

Fonte: AMM