Associação atende gratuitamente pessoas com diagnóstico de câncer e em vulnerabilidade social

Pessoas em tratamento oncológico podem contar com auxílio da Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan), de Ijuí. O trabalho desenvolvido pela entidade busca prestar apoio às pessoas com diagnóstico de câncer, de modo que disponibiliza serviços de forma gratuita aos pacientes em vulnerabilidade social.

De acordo com a assessora de comunicação da associação, Taciana Ribas, a entidade não possui fins lucrativos. Ela explica que a Aapecan conta com 14 unidades em todo estado, de modo que cada uma atende um região, ofertando ampla cobertura em todo território sul-rio-grandense. Nesse sentido, São Luiz Gonzaga é atenda por Ijuí, sendo que pessoas em vulnerabilidade social possam ser atendidas no município.

A associação ijuíense conta com mais de 2 mil cadastros, sendo atualmente ativos, 500 deles. O paciente que buscar auxílio passará por um processo de cadastramento e avaliação socioeconômico para definir as necessidades do interessado no atendimento. Quando se está em tratamento, o paciente conta com casa de apoio com 28 lugares, onde pode realizar pernoite com direito a um acompanhante. É oferecido ainda quatro refeições diárias e oficinas. Além disso, oferta-se também suplementação necessária para tratamentos de radiografia e quimioterapia, de forma gratuita, afim de que o enfermo não abandone o tratamento.

A manutenção das atividades da associação é feita pela sociedade civil, sem recursos oriundos da esfera governamental. Para angariar os recursos necessários, a regional, que fica em Santa Maria, trabalha com o telemarketing, e entra em contato com os municípios que são atendidos afim de levantar fundos para custear os tratamentos. “Por isso a contribuição das pessoas é algo muito importante para nós”, explica a assessora.

De acordo com a psicóloga Tainara Melo, o trabalho desenvolvido é articulado com diversos setores. Na área da psicologia o paciente conta com atividades que busquem fortalece-lo, bem como mudar pensamentos recorrentes de que o diagnóstico de câncer é um diagnóstico de morte.

Além disso, são desenvolvidas atividades psicossociais, oficinas lúdicas com diversos temas e palestras, bem como práticas artesanais. Outra ação, esta desenvolvida na comunidade, é o projeto de “promoção à saúde e prevenção de adoecimentos”, onde leva à população palestras com temáticas relacionadas ao câncer. Para saber mais sobre a associação você pode entrar em contato pelo 3333-0289, ou no site aapecan.com.

Foto: Kelvin Morais

Por Róbson Gomes

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email