Trilha dos Santos Mártires das Missões terá início no dia 10 de novembro

23c1735b-0d3c-4ab7-8054-a7fe33236f7a

Inscrições para participar estão abertas até o dia 4/11. (Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz)

Em um resgate de importância histórica e cultural, que possibilita aos participantes a imersão não só em um passado de 400 anos, mas também em si, ocorre de 10 a 17 de novembro, a 19ª edição da Trilha dos Santos Mártires das Missões. O evento, organizado pela Associação Amigos da Trilha, juntamente com outras parcerias, terá início na comunidade do Passo do Padre, em São Nicolau, e tem como destino o Santuário do Caaró. Os caminhantes percorrerão os municípios de Rolador, Pirapó, Roque Gonzales, Caibaté e São Pedro do Bútia, cada um com detalhes importantes que constituem o vasto repertório da origem das Missões.

Ana Paula Alvarenga, presidente da associação, elenca a passagem pela entrada dos jesuítas – em 1626 -, no local onde foi fundada São Nicolau, bem como a passagem pela cruz de martírio do Padre João e o Santuário de Assunção Ijuí. De acordo com ela, é o resgate do primeiro período da colonização.

Confira a programação completa clicando aqui

Ana, que já realizou o trajeto diversas vezes, conta ser uma oportunidade única, que só pode ser vivenciada e sentida. “Funciona como um retiro em que você se encontra com si e com uma história de mais de 400 anos. Não tem celular, internet. Você escapa da correria do dia a dia. É um momento único”, afirma.

O vice-presidente da associação, João Inácio Bieger, destacou que a trilha deixou de ter viés católico e se tornou ecumênica, com participação de mais credos. De acordo com ele, é notável a satisfação dos participantes. “É notável a visibilidade cada vez maior que a trilha tem. É um movimento que resgata a história, espiritualidade e religiosidade. Gera meditações ambientais e diversas outras reflexões. Uma trilha importante para a região”, disse. Para ele, diferente de outras trilhas, a dos Santos Mártires tem inúmeras peculiaridades. “Nosso viés é confraternização e companheirismo. Cada chegada e saída de comunidades é emocionante”, destacou.

O tesoureiro do grupo, Artur Bernardo, destaca o apoio prestado em diversas áreas da organização do movimento. Ele já realizou o trajeto inúmeras vezes, tanto a pé, como na edição de cavalgada. “Estamos sempre inseridos. Somos sempre envolvidos e apaixonados pela trilha”, afirmou.

A fim de melhor organizar o evento, os interessados em realizar o trajeto inteiro ou parte dele devem fazer usas inscrições até o dia 4 de novembro. Com isso, facilita-se a organização de pernoites, acolhidas e alimentação. A trilha deve seguir os mesmos parâmetros da sua 18ª edição.

Interessados podem garantir sua vaga no (55) 9 9958-1951, ou pela página do facebook “Trilha dos Santos Mártires das Missões”. A Rádio São Luiz estará presente e fará a cobertura dos dias de caminhada.

Por Róbson Gomes/Rádio São Luiz

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email