Ex-presidente Lula é solto após 580 dias preso em Curitiba

maxresdefault

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto na tarde desta sexta-feira, após ordem juiz federal titular da 12ª Vara de Execuções Penais, Danilo Pereira Júnior. Ele deixou a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, às 17h42min. Preso desde 7 de abril do ano passado por condenado pelos crimes de de lavagem de dinheiro e corrupção no caso do triplex do Guarujá, o petista teve a liberdade garantida um dia depois do Supremo Tribunar Federal (STF) decidir pelo fim da prisão após julgamento em segunda instância. Sua defesa entrou com o pedido de soltura nesta manhã.

• Leia a íntegra da decisão do juiz

Desde horas antes da soltura do ex-presidente, milhares de apoiadores de Lula já se aglomeravam em frente à sede da PF de Curitiba. No portão, diversos familiares o aguardavam.

O advogado o Cristiano Zanin a defesa informou que também vai reiteirar o pedido para que o Supremo julgue os habeas corpus que pedem a nulidade de todo o processo do caso do triplex do Guarujá e a suspeição do ex-juiz Sergio Moro, que o condenou e hoje é ministro da Justiça.

Em julho de 2017, Moro condenou o ex-presidente a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro relacionado ao processo do triplex do Guarujá. No ano passado, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região analisou a apelação da defesa e aumentou a pena inicial para 12 anos e um mês de prisão, com início fechado. Também em 2018, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, após mais de 11 horas de sessão, por 6 a 5 negar Habeas Corpus, que se entregou em 7 de abril.

Fonte: CORREIO DO POVO

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email