Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Polícia Civil prende homem acusado de praticar violência doméstica contra a ex-companheira e por descumprir medidas protetivas de urgência

(Imagem/divulgação)

Na tarde de ontem (29), agentes da Delegacia de Polícia de Porto Xavier realizaram a prisão de um homem que havia ameaçado e agredido a ex-companheira, além de ter, posteriormente, desobedecido as medidas protetivas de urgência deferidas pelo Poder Judiciário.

Segundo apurado nas investigações, o casal vivia em união estável há cerca de um ano. Já nos primeiros quatro meses do relacionamento, o homem demonstrava sentir ciúmes doentios da companheira, a ponto de proibi-la de manter contato com familiares. Os ciúmes acabaram aumentando, a ponto de o companheiro ameaçar e ofender a companheira com palavras, fatos que acabaram ensejando a instauração de um inquérito policial.

Apesar de haver Inquérito Policial em andamento, os ciúmes progrediram a ponto de o companheiro agredir fisicamente a vítima. Além disso, o agressor ainda descumpriu medidas judiciais que o impediam de se aproximar da vítima. Tal fato, somado aos anteriores, ensejou a decretação da prisão preventiva do agressor, prisão que foi realizada na tarde de quarta-feira.

Agora, o agressor responderá preso pelos crimes cometidos, tendo sido levado ao Presídio Regional de Santo Cristo.

A Polícia Civil ressalta que, com o advento da Lei Maria da Penha, os crimes de violência doméstica dão causa imediata à instauração de Inquérito Policial, sendo que a mulher tem direito a medidas protetivas de urgência, tais como o afastamento do agressor do lar, proibição de manter contato com a vítima e familiares, dentre outras, sendo que o descumprimento de qualquer dessas medidas pode ensejar a imediata decretação da prisão preventiva do agressor.

Fonte: Polícia Civil – Servir e Proteger

Sair da versão mobile