São Luiz Gonzaga teve mais dois casos suspeitos de coronavírus notificados nesta sexta-feira

O médico José Renato Grisolia divulgou hoje (20), em uma rede social, vídeo no qual fala sobre os casos suspeitos no município e as ações que estão sendo tomadas pelo sistema municipal de saúde para enfrentar o coronavírus. A novidade é que além do estudante de medicina, que realizou o exame na sexta-feira passada, dia 13, cujo resultado ainda não foi divulgado, outras duas mulheres têm o quadro suspeito do novo vírus. A notificação de ambos foi hoje.

Segundo a secretária de Saúde, Clari Ramborger, as mulheres não são do grupo de risco. Conforme José Renato, as três pessoas aguardam o resultado dos exames em quarentena. Os profissionais dos ESF’s têm realizado acompanhamento diário por telefone ou visita domiciliar. Não são casos graves e por isso não necessitaram de internação.

Plano de contingência

O médico falou também sobre o plano de contingência e o que ele prevê:

– Será montado um ambulatório só para doenças respiratórias, provavelmente um hospital de campanha, que ficará ao lado da emergência, para evitar contaminação de outros pacientes;

– Haverá uma ala do hospital para internação dos casos mais graves. Um local em que é possível fazer o isolamento.

Decreto necessário

Sobre o decreto publicado hoje pela administração municipal, José Renato comentou que era uma medida necessária. Ele citou exemplos de outros países, que se tivessem feito isolamento antes os resultados seriam melhores. “Sabemos que não é algo mentalmente bom para as pessoas, para a economia, mas, nesse momento, temos que colocar o fator saúde em primeiro lugar”, disse ele no vídeo.

Atendimentos nos consultórios

Outro ponto citado pelo médico foi a conversa que teve com colegas sobre o atendimento nos consultórios particulares. Segundo ele, alguns irão fechar enquanto outras clínicas permanecerão abertas, até porque, conforme dito por ele, “as outras doenças vão continuar e alguém tem que atender para não sobrecarregar os sistemas públicos”. “Estamos adequando nossos ambientes para podermos dar continuidade nestes atendimentos”, explicou.

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe

José Renato ainda lembrou a importância da vacinação da gripe, que na rede privada está escassa, e que na rede pública terá início, em primeira etapa, na próxima segunda-feira (23). Ele destacou que é importante a imunização, pois pacientes vacinados facilitarão o diagnóstico caso venham a apresentar os sintomas semelhantes ao do novo vírus.

Fonte: Rádio São Luiz