Psicóloga Marianita Ortaça fala sobre cuidados com a saúde mental neste período de isolamento

(Foto: arquivo/divulgação)

A psicóloga Marianita Ortaça, em entrevista para a São Luiz, falou ontem (14) sobre este momento de isolamento social e os impactos que isso ocasiona nas nossas vidas. Conforme a profissional, vivemos uma fase diferente e por isso as pessoas se perdem um pouco com o novo, pois não temos referência a respeito.

O que nos ajuda é a capacidade de adaptação, desde que desejemos isso. Neste momento, é importante encontrar formas de tornar esse isolamento em algo saudável. “Estamos em isolamento para poder sair da melhor forma dessa pandemia, uma chance que outros países não tiveram. Temos que sempre procurar olhar por este lado positivo”, lembrou.

Segundo Marianita, não podemos esquecer que muitos já tinham quadros de ansiedade e depressivos e a tendência é que isso se agrave. “Eu me adaptei para atender e 99% dos meus pacientes aderiram à modalidade online. Essas pessoas precisam entender que é uma fase que necessitamos passar. Precisamos entender que toda crise tem seu lado positivo. Este é o maior momento de reflexão de todo o mundo, importante para analisarmos aquilo que deve ser mudado e realmente valorizado e alimentado nas nossas vidas”, explicou.

Exercícios

Um exercício recomendado é a meditação. “Precisamos de um tempo para poder colocar nossa mente em sintonia e equilíbrio e precisamos alinhar nossa mente com nossa respiração, aí entra a meditação, que traz inúmeros benefícios. No momento que tu faz esse exercício, tu acabas fazendo com que ele reflita em todas as atividades do teu dia a dia”, revelou Marianita.

Para realizar o exercício, basta ficar em posição confortável de meditação e prestar atenção apenas na respiração. Depois, preste atenção em todas as partes do teu corpo, com calma. Essa meditação pode ser curta, de cinco minutos, mas, segundo Marianita, com certeza vai trazer mais conforto.

Espiritualidade

Conforme a psicóloga, para a ciência e a psicologia positiva a espiritualidade é algo que transcende o que a gente conhece como senso comum. “Já temos comprovação do quanto à espiritualidade faz bem na questão física e mental. Devemos entender que precisamos cuidar da parte biológica, social, mental e espiritual, que é tão importante quanto às outras”, concluiu.

Fonte: Rádio São Luiz