Major Brum comenta caso de homicídio na Loureiro e anuncia retomada do funcionamento das câmeras de videomonitoramento

(Foto: arquivo/Rádio São Luiz)

O comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Eduardo dos Santos Brum, falou nesta quinta-feira (23) sobre o homicídio ocorrido no fim da tarde de ontem na Vila Loureiro, em São Luiz Gonzaga. Segundo o oficial, os dois envolvidos estavam em um bar e ingerindo bebida alcoólica e, por volta das 17h, se desentenderam e entraram em luta corporal. Na briga, o acusado, de 58 anos, desferiu um golpe de faca no pescoço da vítima, identificado como João Antunes Calisto, vulgo João Galinha, de 49 anos.

Leia mais: Homem é morto na Vila Loureiro, em São Luiz Gonzaga

Pessoas que presenciaram a cena acionaram a Brigada Militar, que estava na região e rapidamente chegou ao local. Foi acionado o Corpo de Bombeiros, que constatou o óbito. Em ato contínuo, após informações de populares de que o suspeito estava nas proximidades do local com a faca, o mesmo foi localizado e preso. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o flagrante delito e, posterior, conduzido ao presídio.

Câmeras de videomonitoramento                        

Na mesma oportunidade, o comandante do 14º BPM comemorou a conclusão do trabalho de manutenção das câmeras de videomonitoramento. Nos últimos três anos, elas não estavam funcionado integralmente, mas, depois do empenho da administração municipal, que é a responsável pelos reparos, voltaram a ser espelhadas na sala de operações por meio de cabos de fibra ótica.

Atualmente, o município dispões de 36 câmeras.

Fonte: Rádio São Luiz