Decisão da 21ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do RS reafirma Paulo Peixoto como prefeito de Rolador

(Foto: divulgação)

A assessoria jurídica do prefeito de Rolador, Paulo Peixoto, enviou nota à imprensa na tarde desta terça-feira (5), divulgando decisão do Tribunal de Justiça do RS, a qual, segundo o texto, reafirma que Paulo é o prefeito do município. O documento visa esclarecer a dúvida da Câmara de Vereadores do município, que ainda não o reconheceu como chefe do Executivo.

Leia a nota na íntegra:

“A Câmara Municipal de Vereadores de Rolador pediu esclarecimentos junto ao Tribunal de Justiça, pois ao que parece não tinham entendido a decisão liminar deferida desde fevereiro que determinou o retorno do Prefeito Paulo Peixoto ao cargo de prefeito de Rolador, sendo que novamente o Des. Marco Aurélio Heinz reiterou no dia de hoje (05.05.2020) decisão que suspendeu a remoção do Paulo Peixoto do cargo de Prefeito Municipal de Rolador (RS).

Desse modo, esta decisão mais uma vez reafirma que o Prefeito Municipal de Rolador é Paulo Peixoto, que já está trabalhado no cargo desde a decisão liminar. Mas o atual Presidente da Câmara de Vereadores Osmar Antonio Lauser Damian não vinha aceitando os projetos do chefe do executivo, tendo em vista Decreto de Extinção de Mandato do Prefeito assinado pelo ex-Presidente da Câmara de Rolador, vereador Ival Pavão Senger (MDB), companheiro de partido do Prefeito Municipal Paulo Peixoto, os quais vinham reafirmando, inclusive na imprensa, que Paulo Peixoto não era o Prefeito de Rolador.

Segundo o Prefeito Paulo Peixoto, “Agora acreditamos que não resta dúvida mais para o Presidente da Câmara de Vereadores, Assessoria Jurídica da Câmara de Vereadores, oposição à nossa administração e a população que está sendo prejudicada devido a um grupo de pessoas. Inclusive alguns companheiros do meu partido fazem oposição ferrenha, pessoas que nunca esperei, conviviam lá dentro da minha casa por mais de 20 anos. Perdemos tempo demais com estes vereadores que querem mandar no executivo, fazem oposição sem olhar a quem. Não aceitaram a contratação de um médico, não aceitaram contratação de monitor pra educação, não aceitaram aumento ao vale alimentação para os funcionários e não podemos mais patrolar a ERS – 165 para Cerro Largo, por causa de denúncias dos vereadores que fazem oposição ao nosso governo municipal. Quero fazer as coisas para o bem da nossa população, mas estes vereadores ficam trancado o município, por que, querem benéficos para si”.

Encerrou dizendo o Prefeito Paulo Peixoto: “Vamos seguir trabalhado para o bem do nosso Rolador e toda nossa população”.

Link do documento: (AQUI)

Fonte: Assessoria de Imprensa de Rolador