Paciente com coronavírus possuía ampla rede de contatos em São Luiz Gonzaga

(Foto: divulgação)

Boletim médico mais recente indica que quadro do paciente é grave

A secretária municipal de Saúde, Clari Ramborger, falou na manhã desta terça-feira (5) sobre o primeiro caso confirmado de coronavírus em São Luiz Gonzaga. O paciente, um homem, de 43 anos, integrante do grupo de risco devido a outros problemas de saúde, está hospitalizado na UTI do Hospital Santo Ângelo.

Proprietário de uma empresa distribuidora de hortifrutigranjeiros, ele frequentava diversos mercados da cidade, mas não é funcionário de nenhum desses estabelecimentos, como chegou circular pelas redes sociais. No momento, segundo Clari, a equipe técnica da pasta está realizando o rastreio das pessoas que tiveram contato com ele. A família e os funcionários já foram orientados.

Ainda não se sabe o local onde ele teria contraído o vírus, o que acende a “luz vermelha” na comunidade são-luizense, uma vez que não está descartada a possibilidade de transmissão comunitária. Hoje (5), segundo Clari, as equipes da Saúde irão aos supermercados para orientar o afastamento de pessoas que tiveram contato com o paciente e apresentarem sintomas. “Se a pessoa não apresentar sintomas, ela pode seguir trabalhando, sempre respeitando o uso da máscara”, explicou a secretária.

Clari também falou sobre a situação dos profissionais de saúde que atenderam o paciente. Segundo ela, por precaução, eles devem realizar a quarentena.

A decisão de enviar o paciente para Santo Ângelo, muito questionada nas redes sociais, “foi médica”, explicou a secretária. Ela também comentou que nossos leitos são uma “pré-UTI” e ainda não dispõem de todos os recursos de casos urgentíssimos, como era o do paciente.

ATENDIMENTO*

A Secretaria de Saúde pede a comunidade são-luizense que fique atenta para as normas de higiene recomendadas a fim de evitar a contaminação pelo vírus. Entre as ações, lavar as mãos com frequência, utilizar álcool em gel, não tocar o rosto, utilizar máscaras faciais e sair de casa somente em casos de extrema necessidade.

A secretaria solicita às pessoas que apresentarem sintomas respiratórios que procurarem a ESF Centro, a qual realiza o atendimento exclusivo desses casos. A unidade de saúde está localizada na Rua São João, nº 1455 e atende em três turnos, das 7 horas ao meio-dia, das 13 horas até às 16 horas e das 18 horas até às 22 horas, de segunda a sexta-feira. Para sanar dúvidas da população sobre o coronavírus (COVID-19), a pasta disponibiliza o número (55) 98439-9690. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7 horas até às 22 horas. *texto da SEMSA

Fonte: Rádio São Luiz