Coronavírus: médico de Garruchos orienta que visitas a outros municípios sejam evitadas

(Imagem: divulgação)

O médico do município de Garruchos, Gelvinson Macedo, falou nesta quarta-feira (13) sobre o caso testado positivamente para coronavírus no município por meio de teste rápido. Ele esclareceu que o comitê de enfrentamento ao vírus foi informado sobre o deslocamento dessa pessoa de Farroupilha na madrugada de ontem. O paciente tinha histórico de contato com um familiar que, há cerca de 30 dias, havia testado positivo para a doença.

Com antecipação, foi possível isolar o visitante antes que ele tivesse contato com mais pessoas. A aplicação do teste rápido apontou positivamente para o coronavírus, mas, conforme explicou o médico, o marcador indicou que ele não estava na fase ativa da doença. “Imunologicamente, quando é feito avaliação de uma infecção são solicitados dois marcadores: o IGG e o IGM. O segundo está relacionado com infecções recentes e o primeiro significa que a pessoa teve contato com a patologia e já teve resolução”, explicou.

Mesmo que o teste tenha indicado uma recuperação do paciente, pelo histórico de ter vindo de uma região de risco e pelo fato de não estar totalmente esclarecida a possibilidade de reinfecção, o comitê prontamente colocou a irmã do visitante e o motorista e a família que deu carona para ele, em isolamento. Agora, ele e a equipe de saúde estão avaliando se permanece em isolamento ou se retorna para sua cidade.

Sobre isso, o médico comentou que o correto é seguir as recomendações da saúde. Independentemente de ter tido contato com o vírus, é importante que se evite viagens neste período. Gelvinson explica que mesmo que os pesquisadores estejam se empenhando para encontrar algo que possa combater a Covid-19, até o momento a única coisa que temos ao nosso favor é o isolamento. “Vemos a resistência de algumas pessoas que, mesmo vendo o avanço, continuam saindo para visitar pessoas de outros municípios. Esse é um grande desafio para a gente. Tudo o que temos até agora é o isolamento”, desabafa o médico.

Ao todo, sete pessoas que tiveram contato com esse homem estão sendo monitoradas em Garruchos.

Fonte: Rádio São Luiz