Ação desenvolvida na Uergs – São Luiz Gonzaga é selecionada para livro publicado pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo

Projeto realizado na Área Experimental da Uergs para estudantes do curso de Agronomia. (Foto: divulgação/Uergs)

Um projeto de popularização da ciência do solo em ambiente escolar, coordenado por Rosicler Backes, professora da Uergs São Luiz Gonzaga no Curso de Agronomia, foi um dos selecionados para compor a primeira edição do livro “Iniciativas de Educação em Solos no Brasil”. A publicação foi organizada pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, e reuniu 78 ações, de diferentes regiões do país. A iniciativa desenvolvida na Uergs objetiva promover a valorização e conservação da terra, por meio de um manejo que reduza os impactos negativos durante o uso do solo.

De acordo com Rosicler, o Projeto surgiu a partir da necessidade de se repensar a utilização do solo, principalmente em atividades agropecuárias. Em parceria com escolas de Ensino Fundamental, agricultores locais e demais apoiadores, são desenvolvidas palestras, oficinas e outras ações que buscam produzir conhecimento e compartilhá-los com a comunidade.

O foco do estudo de Rosicler está na compactação do solo, causado, entre outros fatores, pela mecanização das atividades agrícolas. A professora afirma que esse tipo de degradação faz com que o solo tenha resistência ao crescimento de raízes, fazendo com que as plantações se desenvolvam de maneira superficial. Seus estudos comprovam que é possível observar que a infiltração da água na terra é reduzida, e isso impacta tanto o desenvolvimento saudável das plantas quanto o próprio abastecimento dos lençóis freáticos.

“O solo é um recurso natural. Um dos bens mais valiosos e merecedores de proteção. É essencial a todos os seres, ao exercer funções vitais como produção de alimento, regulação dos ciclos biogeoquímicos da água e carbono, preservação da biodiversidade e várias outras finalidades”, completa a professora.

Além da coordenadora, integram o Projeto outros professores da Uergs, dos cursos de Agronomia e de Gestão Ambiental.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UERGS