Ana Barros comenta agilidade que encaminhamentos pela internet podem trazer aos pacientes são-luizenses

(Foto: arquivo/Rádio São Luiz)

A presidente da Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga, Ana Barros, defende a modernização do processo de encaminhamentos e agendamentos de consultas em centros de referência como o de Ijuí. Recentemente, ela conversou com a secretária municipal de saúde, Clari Ramborger, e expôs a ideia que prevê a antecipação de etapas dentro das próprias ESF’s.

Atualmente, conforme explicou a chefe do legislativo, o paciente que precisa agendar uma consulta cumpre pelo menos três etapas: consultar na ESF; ir na secretaria de saúde, pegar o prontuário e levar de volta ao médico; e, por fim, depois de preenchido, enfrentar nova fila na secretaria para só então iniciar o encaminhamento. Além disso, após esse processo, os envelopes são repassados aos motoristas, que levam até o protocolo da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde que, por sua vez, destina aos hospitais referência, como o Cacon, para então serem distribuídos e só aí digitalizados para entrar na fila de consultas.

A demora neste trâmite muitas vezes significa a perca da consulta ou uma espera que pode se estender por mais de um mês. A sugestão da parlamentar é para que essa digitalização do prontuário seja feita na unidade básica de saúde, evitando o deslocamento das pessoas, que muitas vezes levam o dia todo entre idas e voltas.

Segundo a presidente, a proposta foi bem recebida pela secretária; contudo, conforme o que explicou Clari, alguns processos precisam de informações mais minuciosas, que impedem essa adesão. São os encaminhamentos, por exemplo, do GECOM (programa que interliga as secretarias de saúde com a coordenadoria regional).

Ainda assim, a pasta se mostrou flexível à nova ideia e deve dar andamento nessa sugestão como treinamento. O objetivo é que todos estejam habilitados quando for possível utilizar a ferramenta. “A internet está aí para nos ajudar e temos que utilizar o que temos à disposição”, concluiu Ana Barros.

Fonte: Rádio São Luiz