Campanha busca conscientizar sobre a importância de doar sangue

(Imagem: divulgação)

Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado em 14 de junho

Nesta segunda-feira (8), a Bioquímica Angela Lunkes falou sobre o “Junho Vermelho”, que busca alertar para a importância de doar sangue e transmitir informações que conscientizem a população a realizar o gesto solidário. Historicamente, o mês registra queda nos estoques devido a temperatura e agora, com a pandemia, a redução está ainda mais acentuada.

Além de enfrentar uma resistência cultural, a doação sofre com o medo que muitas pessoas têm de doar. “O ato é rápido e praticamente indolor. Uma pessoa adulta possui de 4 a 5 litros de sangue e nós retiramos cerca de 350ml, quantidade que em 24h o seu organismo já repõem”, tranquiliza Ângela. A Bioquímica lembra que para quem doa a mudança é pequena, mas para quem recebe muitas vezes significa a vida.

Na hora de doar, a pessoa passará por uma triagem onde todas as informações são repassadas por uma equipe de enfermagem. O hospital de São Luiz Gonzaga não realiza coleta. Para isso, ele conta com apoio do Hemocentro de Santa Rosa.

Agora, diante da pandemia, a vinda das equipes para São Luiz Gonzaga foi suspensa. Assim, caso os voluntários possam deslocar-se até Santa Rosa para doação, o município são-luizense se encarrega de providenciar o transporte. Basta entrar em contato com a casa de saúde pelo (55) 3352-4000.

Fonte: Rádio São Luiz