Presidente da Emater fala sobre os 65 anos da Ascar e a importância da associação para o meio rural

(Foto: divulgação)

No dia 2 de junho, a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar) completou 65 anos. Criada em 1955 para atuar na extensão rural do estado, a Ascar está consolidada como associação de extrema importância para os produtores rurais.

O presidente da Emater e superintendente geral da Ascar, Geraldo Sandri, destacou que as entidades se fortaleceram graças ao apoio de prefeituras, sindicatos e associações. A soma de forças que formam a Emater/Ascar, tem ajudado famílias e o próprio PIB do estado, uma vez que boa parte do agronegócio vem da agricultura familiar e uma parcela significativa de grandes produtores iniciou neste segmento.

Sandri explica que as contribuições da associação se dão, principalmente, através de apoio na irrigação, ensino de novos métodos de manejo e também na questão social, pois a entidade está ao lado das famílias em situação de vulnerabilidade e trabalha para melhorar a qualidade de vida. Além disso, ele destacou as agroindústrias, locais onde o produtor acaba sendo motivado a organizar um pequeno negócio e que tem mostrado cada vez mais força.

No atual cenário, com as dificuldades enfrentadas no primeiro semestre deste ano, Sandri comentou que vem trabalhando com apoio da Secretaria da Agricultura do Estado para minimizar os efeitos da grave estiagem, que gerou grande impacto em culturas como a soja, milho e nos produtores de pecuária de leite e de corte.

Neste sentido, a ação mais recente, realizada em parceria com o governo estadual, visa promover ações estruturantes como irrigação a juros menores para a próxima safra. “É o encorajamento para que o produtor possa investir em irrigação, que tem sido um grande aliado”, comentou.

A outra frente criada pela Emater/Ascar foi a plataforma FEVAF (Feira Virtual da Agricultura Familiar), cujo objetivo é oportunizar que produtores possam cadastrar seus produtos no site e com isso ter um espaço para intermediar seus negócios com o consumidor diante do atual cenário de pandemia. “A Ascar, através também da Emater/RS, é referência no país nesse trabalho de impulsionar e fortalecer o meio rural gaúcho”, concluiu o presidente.

Fonte: Rádio São Luiz