Prefeito pede comprometimento dos são-luizenses para conter avanço do coronavírus

(Foto: arquivo/divulgação)

Sidney Brondani lembrou que apesar da reconsideração do estado, situação da região ainda é muito delicada

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani, falou hoje (17) sobre a decisão do governador Eduardo Leite de revisar a classificação de risco da Região Missioneira. Brondani disse que “em momento algum pensou em descumprir a determinação, mas que queria uma nova análise dos dados por entender que havia um equívoco do comitê estadual”.

A reconsideração obtida, no entanto, não retira a preocupação vivida pelos gestores da Região Missioneira. Segundo Brondani, foi um alerta que a comunidade recebeu, “pois estamos na iminência de passar para uma bandeira vermelha”. O gestor disse ainda que se isso vier a ocorrer “não há dúvidas de que será o primeiro a cumprir as determinações”.

Para que o cenário de fechamento do comércio não ocorra e que, principalmente, menos pessoas sejam contaminadas, o prefeito apelou para a conscientização da comunidade. Ele pediu que as pessoas evitem deslocamentos entre as cidades, como as visitas de parentes. O chefe do executivo ainda alertou para a necessidade usar máscara e evitar aglomerações.

Questionado sobre a fiscalização de locais públicos, ele disse que o município tem apenas dois fiscais e que estes atuam mediante denúncias, mas devido ao grande número de habitantes é humanamente impossível estar em todos os locais. Ele pediu que os cidadãos sejam responsáveis e acrescentou que “não é um fiscal que precisa dizer o que fazer. As pessoas têm que ter consciência”, concluiu.

Fonte: Rádio São Luiz