Comitê vai analisar os dados divulgados pelo estado e posicionamento da região deve ser definido neste sábado

Jacques Barbosa  (Santo Ângelo), Sidney Brondani e Eduardo Bonotto (São Borja) devem se reunir neste sábado para discutir os dados. (Foto: Arquivo/Assessoria de Imprensa)

Mapa preliminar da 10ª rodada da classificação de risco tem 15 regiões na bandeira vermelha

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani, comentou há pouco que imaginava que a Região das Missões seria mantida na classificação de risco laranja no modelo de distanciamento controlado. O gestor disse que o município, apesar de vir de uma sequência de casos confirmados de Covid-19, está com baixo nível de hospitalizações.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o Hospital São Luiz Gonzaga tem três internados, os quais são moradores de Santo Antônio das Missões e Pirapó. Três são-luizenses estão hospitalizados, mas em unidades de outros municípios.

Leia mais: São Luiz Gonzaga retorna para a bandeira vermelha no modelo de distanciamento controlado

Brondani explicou que um comitê em Santo Ângelo vai analisar os dados e, caso haja inconsistência dos números, uma reunião entre os prefeitos deve ser realizada para alinhar o posicionamento. Os município têm até às 6h de domingo (12/7) para apresentar recursos. O mapa definitivo será divulgado na segunda-feira (13/7).

Podem adotar protocolos previstos na bandeira laranja por meio de regulamento próprio, os municípios de Bossoroca, Caibaté, Cerro Largo, Eugênio de Castro, Garruchos, Guarani das Missões, Mato Queimado, Rolador, Salvador das Missões, São Nicolau, São Pedro do Butiá, Sete de Setembro, Ubiretama e Vitória das Missões. Nestes locais, não houve registro de hospitalização e óbito por Covid-19 (considerado o município de residência) nos 14 dias anteriores a apuração das bandeiras.

Fonte: Governo do Estado RS