Gerente da agência do Banco do Brasil de São Luiz Gonzaga fala sobre o Plano Safra 2020

(Foto: Arquivo/Rádio São Luiz)

No primeiro semestre do ano, agência desembolsou R$ 83 milhões em crédito agrícola

O gerente da agência do Banco do Brasil de São Luiz Gonzaga, Ronaldo Ramos Martins, comentou ontem (14/7) sobre o Plano Safra 2020, que foi anunciado pelo Governo Federal no mês passado. Para as agências do Rio Grande do Sul, serão disponibilizados cerca de R$ 14 bilhões.

Ronaldo comenta que não há limite de volume máximo a ser aplicado por agência. Ele destacou que no último semestre a unidade já desembolsou R$ 83 milhões em crédito agrícola. “A expectativa para o segundo semestre, quando ocorrem contratações para as safras de verão, é que o valor liberado seja ainda maior”, destacou.

Segundo ele, o Banco do Brasil continua sendo o preferido do produtor. Em nível nacional, a estimativa é que a instituição tenha 60% da carteira agrícola. “Em São Luiz Gonzaga está perto desse percentual também”, disse ele.

O gerente ainda falou sobre o perfil do cliente, que em sua grande maioria trabalha com a agência há muito tempo. Mas frisou que a busca por novos parceiros é constante e que as oportunidades são muito variadas.

Sobre a garantia de custeio, Ronaldo comentou que praticamente 100% dos clientes precisam somente do penhor da safra. “É um setor que vem em crescimento. Mesmo com a pandemia está em uma fase boa”, observou.

Por fim, o gerente disse que os investimentos em maquinários tiveram menor movimentação nos primeiros seis meses do ano. Ele acredita que seja devido à crise na saúde, mas espera que para os próximos meses o cenário volte a ser mais favorável.

Fonte: Rádio São Luiz