Diretor Técnico do Hospital São Luiz Gonzaga faz desabafo sobre queda no índice de isolamento social

(Imagem: Divulgação)

Dr. José Renato prevê exaurimento de recursos e dificuldade de mão de obra na casa de saúde diante dos possíveis novos casos

Circulou ontem (20/7), nos grupos de mensagem do WhatsApp, um relato em tom de desabafo do Diretor Técnico do Hospital São Luiz Gonzaga, José Renato Grisolia. A fala, segundo o próprio médico, foi feita em “respeito aos colegas que estão correndo riscos atendendo pacientes da Ala Covid-19”.

Na sonora, de pouco mais de três minutos, o médico elenca uma série de situações que estão contribuindo para o aumento de casos e que ainda podem aumentar a partir dos próximos dias,c om resultado dos contatos atuais. “Estamos vendo a coisa explodir aqui em São Luiz. Desde a semana passada aumentando o número de casos de internados e a gente não tem muito respaldo para terminar com fontes de contágio. Estou vendo que nós vamos ficar exauridos aí no hospital, inclusive até com dificuldade de mão de obra com tanto paciente que nós vamos ter”, externou.

O médico, que tem sido uma das lideranças no enfrentamento da doença no município, disse que o “grupo covid” tem monitorado as redes sociais para ver onde as pessoas estão postando aglomerações para denunciar aos fiscais, mas frisou que estes agentes (são apenas dois) são intimidados e desrespeitados.  Ele ainda citou locais que se repetem como pontos de aglomeração, com destaque para um posto de combustível e algumas igrejas, que desrespeitam o limite de pessoas estabelecidos em decretos.

“Bares cheios com música ao vivo – que não pode – burlando com live. Não estão nem aí e nada acontece”, desabafou.

O médico se reuniu ontem com o prefeito Sidney Brondani e hoje um novo decreto deve ser publicado com medidas mais rígidas.

Fonte: Rádio São Luiz