Major Brum explica que locais que forem reincidentes no descumprimento das orientações repassadas pela vigilância serão autuados

(Foto: Arquivo/Rádio São Luiz)

Brigada Militar atua em apoio aos fiscais e irá intensificar ações, especialmente nos fins de semana

O comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Eduardo dos Santos Brum, falou nesta quarta-feira (22/7) sobre a atuação dos policiais no auxílio aos fiscais da vigilância sanitária, que estão atuando para coibir aglomerações e o consequente desrespeito às normas impostas para evitar a disseminação do coronavírus. O major explicou que a fiscalização cabe ao município e que todas as demandas que chegam pelo telefone do batalhão estão sendo listadas e repassadas para a secretaria municipal de saúde, para posterior fiscalização conjunta. Já há uma lista de locais informada pela pasta e que terão a fiscalização intensificada.

O major lembrou que o uso de máscara é obrigatório e que há multa prevista para quem descumprir a medida. Uma das formas de apoio será justamente acompanhar os fiscais, especialmente em locais públicos, para que eles possam fazer este trabalho com segurança. Haverá intensificação no monitoramento de estabelecimentos que promovem aglomeração nos finais de semana e na atuação no trânsito de São Luiz Gonzaga e região.

O oficial ressaltou que o descumprimento de ordem imposta por autoridade de saúde tem punição prevista no código penal. “Estamos indo aos locais e orientando. Se forem flagrados mais uma vez serão autuados criminalmente”, disse ele.

Por fim, Brum disse que apesar de estarem atuando na linha de frente desde o início da pandemia, não houve, até o momento, casos de policiais militares do 14º BPM infectados pelo coronavírus. Ocorreram alguns casos de síndrome gripal ou resfriado, mas que estão relacionados com a própria estação do ano. Ele destacou que no site oficial da Brigada Militar há exposição dos dados de contaminação dentro da corporação em nível de estado.

Os contatos para denúncia são o (55) 3352-9300; (55) 3352-4114 ou (55) 9 8439-9690.

Fonte: Rádio São Luiz