“Leilões virtuais” ganham espaço no comércio são-luizense, destaca presidente da ACI

(Imagem: Divulgação)

Alternativa tem tido boa repercussão entre comerciantes e consumidores

Para se adaptar ao cenário de restrições impostas pela pandemia do coronavírus, o comércio tem se reinventando. A adoção dessas alternativas foram um dos pontos destacados pela presidente da Associação Comercial e Industrial de São Luiz Gonzaga, Roberta Flores, que fez a constatação ontem (03/8), durante avaliação de seus primeiros dias à frente da entidade.

A presidente ressaltou que se trata de um momento de muito desafio, mas que está sendo possível encontrar alternativas. A própria associação está realizando lives para dar suporte ao comércio. “Pedimos sugestões de assuntos que sejam pertinentes para abordarmos nas transmissões. Nosso objetivo é o desenvolvimento da nossa comunidade”, destacou.

Essa adaptação ao meio virtual foi um dos pontos evidenciados por Roberta. Como exemplo, a gestora citou os bem-sucedidos “leilões virtuais”. A prática consiste em transmissões – geralmente pelo Instagram – que permitem a visualização dos produtos e os “lances” pelos comentários. Várias lojas, especialmente do ramo do vestuário, estão colocando o modelo em prática e com bons resultados.

Ontem, quando ainda não havia definição da bandeira desta semana, Roberta frisou que a maior restrição seria prejudicial, especialmente por esta ser a semana de início de mês e com a comemoração do Dia dos Pais, data que movimenta o comércio. A presidente, na ocasião, disse que independentemente da bandeira o comércio deve seguir cuidando e respeito as medidas sanitárias para que a cidade possa passar este período da forma mais amena possível.

É importante frisar que o termo leilão se refere a similaridade, uma vez que a profissão de leiloeiro é regulamentada por decreto presidencial (link aqui) .

Fonte: Rádio São Luiz