Em coletiva de imprensa virtual, Sidney Brondani e Piti Werle lançam pré-candidatura ao executivo são-luizense

Lançamento da pré-candidatura foi pelo aplicativo Zoom. (Imagem: Divulgação)

Coligação é formada por PP, MDB, PDT e PSD 

Em coletiva de imprensa virtual realizada na manhã desta sexta-feira (14/8), a coligação formada pelos partidos PP, MDB, PDT e PSD lançou, oficialmente, a pré-candidatura de Sidney Brondani e Piti Werle ao executivo são-luizense no pleito deste ano. O ato foi acompanhado pela imprensa local e teve a participação dos presidentes de cada sigla: Nelson Tavares, do PP; Vitor Hugo, do MDB; Atanásio Santiago, do PDT; e Edilmar Garcia, do PSD.

Piti Werle, que atualmente ocupa cargo de vereador pelo MDB, disse que se sente privilegiado em ser escolhido pelo partido. Acrescentou que entende a responsabilidade que lhe foi atribuída e comentou que vê uma clara aprovação da administração municipal, mas que muito ainda precisa ser feito. Sobre a negativa do PT em fazer parte de uma frente única, algo que seria inédito no município, disse encarar com neutralidade e finalizou dizendo que agora o foco é no trabalho de um “plano exequível, com ética e transparência”.

Sidney Brondani, por sua vez, que concorrerá pela reeleição, falou sobre o momento difícil que é atravessado por conta da pandemia e que no seu entendimento este não era o melhor momento para falar em eleição, mas que precisa cumprir o calendário eleitoral.  Frisou que sente orgulho de fazer parte da coligação e estar junto com Piti Werle. Destacou a aliança de oito anos com o MDB e a chegada dos dois novos componentes, o PDT, o qual ele cunhou como um partido de raízes profundas e grandes contribuições para o município, e o PSD, “um partido jovem e formado por jovens bastante atuantes”.

Questionado sobre como será a distribuição de cargos, tendo em vista o acréscimo de duas novas siglas, caso vença a eleição, disse que não tratou de cargos, mas de fazer um projeto olhando para o município e que a coligação está voltada para buscar alternativas para resolver os problemas e buscar novas ferramentas para avançar mais ainda no desenvolvimento. “Tenho um ditado que digo há algum tempo: quem ajuda a ganhar e está na coligação participa da administração, agora o que vai ter e quais cargos não definimos. Fazendo a eleição e saindo vencedor teremos equilibro e justiça para colocar pessoas certas nos lugares certos”, explicou.

Brondani acredita que até o fim do mês o esboço do plano de governo esteja disponível.

Fonte: Rádio São Luiz