“Nunca é tarde para começar”, destaca diretora do Neeja Paulo Freire

(Foto: Divulgação/Neeja)

Provas de certificação estão temporariamente interrompidas, mas apoio aos estudantes segue no formato virtual

O Núcleo de Educação de Jovens e Adultos Paulo Freire manteve suas aulas de apoio pedagógico de forma on-line mesmo sem a realização das provas de certificação, que são o “passaporte” para concluir os estudos. Conforme a diretora, professora Lena Sarmento, os alunos estão estudando em casa, mas têm à disposição, para retirada de dúvidas, os professores pelas diversas plataformas digitais.

“É importante saber que nunca é tarde para começar, basta não nos acomodarmos. Muitos alunos procuram o Núcleo achando que não vão passar, mas depois se surpreendem com eles mesmos. Se dê essa chance, não interessa a idade”, destaca a diretora.

No Paulo Freire, a maioria dos alunos está na faixa etária de 30 a 40 anos. Este número é maior entre homens. No caso das mulheres, muitas são mais jovens e buscam o Neeja para concluir o ensino médio. “É muito bom ver as pessoas estudando e, no caso das mulheres, também buscando sua independência”, ressalta Lena.

O retorno das provas de certificação depende do aval do Estado e dos órgãos da saúde, mas os interessados podem iniciar os estudos a qualquer o momento. Os contatos do Neeja Paulo Freire são os seguintes:

Escola: (55) 3352-1342

E-mail: [email protected]

Facebook: Neeja Paulo Freire

WhastApp: (55) 9 9958-6687/ (55) 9 99638669/ (55) 9 96271194

O Núcleo atende toda a região.

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio São Luiz