Nutricionista Neila Tavares de Lima dá dicas para manter alimentação saudável

(Foto: Divulgação)

A função dos alimentos vai muito além de simplesmente nos manter saciados e está diretamente ligada à saúde

O período de pandemia e o consequente isolamento social tem provocado o aumento de ansiedade na população. Conforme a nutricionista Neila Tavares de Lima, um dos reflexos disso é que as pessoas estão transferindo esse sentimento de insegurança e incerteza para a comida.

Para estar saudável, a profissional destaca que é preciso manter alimentação adequada. “Se você só se preocupar com a Covid-19 e não cuidar da comida pode acabar adquirindo outros problemas com triglicerídeo, diabetes, obesidade, entre outros”, destaca.

Uma dica é aproveitar o tempo maior em casa para preparar alimentos variados. Saladas de cores diferentes tanto no almoço como na janta, café da manhã para despertar o metabolismo, não pular refeições, fazer lanches saudáveis nos intervalos, comer carne, feijão, brócolis, laranja, maçã, entre outras frutas e legumes é essencial.

Neila também explica que não se deve exagerar nos carboidratos, entre os quais bolachas, pães e pastéis. Comer devagar e mastigar bem o alimento também é importante. “Olhe para o alimento, preste atenção no que está comendo. Largue o celular, computador, TV. O cérebro demora de 15min a 20min para receber o sinal que você está saciado, então se comer muito rápido ele não terá tempo de processar e é aí que depois de um tempo você sente o desconforto de ter comido para mais”, explica.

Outra dica é evitar jantar muito tarde. Ao amanhecer é importante comer algo antes de tomar o chimarrão, pois em jejum a bebida aumenta a pressão arterial.

Neila Tavares de Lima atende no Centro Clínico La Santé. O contato é (55) 9 8123-2631.

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio São Luiz