AMM entrou com recurso contra classificação da bandeira vermelha

(Imagem: Divulgação)

A Associação dos Municípios das Missões foi uma das regiões que entrou com recurso contra a classificação de bandeira vermelha divulgada na sexta-feira (23) pelo Estado. Os dados locais que divergem dos números do governo não foram divulgados.

Além da Região Santo Ângelo, Cruz Alta e Ijuí também foram classificadas em bandeira vermelha, todas estão na Macrorregião Missioneira.

O resultado do recurso será divulgado no fim da tarde desta segunda-feira (26). Cabe ressaltar que a região está em cogestão e os municípios podem adotar decretos menos restritivos mesmo que o pedido de reclassificação não seja aceito.

Na nota divulgada pelo Estado na sexta-feira, o governo destacou que “além do agravamento dos indicadores da macrorregião Missioneira, houve especificamente na região elevação nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos sete dias – de 29 para 33. Santo Ângelo registrou aumento de 12 para 15 no número de leitos de UTI ocupados por SRAG. Com isso, houve redução proporcional na disponibilidade de leitos destinados ao tratamento intensivo de pacientes: agora são 12 unidades livres e, na semana passada, eram 15”.

Fonte: Rádio São Luiz