Morre Diego Armando Maradona, o maior jogador da história da Argentina

(Foto: Divulgação)

Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória na casa de Tigre, onde havia se estabelecido após uma operação na cabeça de um hematoma subdural. Ele tinha 60 anos

Diego Armando Maradona  morreu nesta quarta-feira (25) após sofrer uma parada cardiorrespiratória no bairro de San Andrés, na província de Tigre, onde havia se estabelecido dias antes após a operação na cabeça a que foi submetido por um hematoma subdural. Em 30 de outubro, ele completou 60 anos.

Conforme confirmado pelo Clarín,  Maradona morreu por volta do meio-dia depois que os médicos que o atenderam tentaram reanimá-lo sem sucesso. O campeão mundial de 1986 no México passou por uma cirurgia para um coágulo na cabeça no início de novembro.

Nos últimos dias, sua família e o ambiente haviam notado Maradona “muito ansioso e nervoso”, então surgiu a ideia de transferi-lo a Cuba para sua reabilitação, onde já havia passado alguns anos lutando contra o vício da cocaína.

Uma história como nenhuma outra

E um dia aconteceu. Um impacto mundial. Uma notícia que marca uma dobradiça na história. A frase que foi escrita várias vezes mas foi driblada pelo destino agora faz parte da triste realidade: Diego Armando Maradona morreu.

Fonte: Clarín