Reconhecida a situação de emergência de Santo Antônio das Missões pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil

(Divulgação)

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu a situação de emergência do município de Santo Antônio das Missões, devido à estiagem. A informação foi publicada no Diário Oficial da União.

O município havia decretado situação de emergência no dia 30 de novembro do ano passado e o prazo era de 180 dias. Conforme o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Vagner da Silva, essa medida pode auxiliar na prorrogação de dívidas dos produtores rurais, dependendo das agências bancárias.

Além desse possível benefício, com o reconhecimento da situação de emergência o município tem a possibilidade de construir políticas públicas para trazer benefícios futuros para o setor agropecuário.

Em 2018, a Prefeitura de Santo Antônio das Missões assinou um convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) que permitiu a construção de 10 açudes no interior do município, beneficiando dez pequenos agricultores. O projeto foi elaborado pela Emater/RS-Ascar.

Perdas

Os órgãos ligados ao setor agropecuário informam grandes perdas nas lavouras de milho, forragem e olericultura. A falta de água para a dessedentação animal causa – principalmente – a diminuição na produção de leite e perda de peso dos animais de corte. Além disso há perdas significativas na cultura do trigo e canola devido as geadas tardias no mês de agosto de 2020.

Por Tardelli Portela – Assessor de Imprensa da Prefeitura de S.A Missões