Biomédico Günther Sott alerta que estamos no momento mais crítico da pandemia em São Luiz Gonzaga

Gráfico mostra o aumento da média móvel de casos. (Divulgação)

Atualmente há 330% mais chance de alguém pegar a covid-19 do que havia trinta dias atrás

O biomédico Günther Sott, patologista da Secretaria de Saúde de São Luiz Gonzaga, falou hoje, 11, sobre o aumento considerável de novos casos de covid-19 no município. Segundo o profissional, estamos com a maior média móvel de casos desde o início da pandemia. Esse cálculo é feito baseado nos resultados dos últimos sete dias.

Segundo o levantamento de sexta-feira, 8, atualmente há 330% mais chance de alguém pegar a covid-19 do que havia trinta dias atrás. Günther explica que na sexta havia 142 casos ativos (possibilidade de transmissão do vírus) contra 33 do dia 8 de dezembro, exatamente um mês antes.

A tendência de aumento de casos é observada desde o dia 14/12. “Isso representa que a contaminação está a pleno vapor na cidade. É o momento mais crítico que a gente enfrentou até agora”, alerta.

Segundo o biomédico, os números são reflexos das festas de natal; ainda são aguardados novos casos por causa das celebrações do ano novo. “Queremos mostrar para a população que estamos fazendo um trabalho pautado na ciência para delimitar nossas ações. Tudo é feito com base científica, nada do que fizemos na comissão de saúde é em cima de achismos”, disse Günther ao ser questionado sobre o motivo de elaborar os gráficos com estes dados.

O profissional comentou também o cansaço das equipes de saúde e o aumento da contaminação. “Nunca antes teve tantos profissionais do hospital contaminados. A rotina de trabalho é estressante; as roupas de proteção nesse calor de São Luiz Gonzaga… Tá bem complicado. A gente precisa da ajuda da população”.

Günther concluiu pedindo para que a comunidade “não esmoreça” agora, pois já há movimentação para a vacinação. “Precisamos manter pelo menos mais dois ou três meses que as coisas vão melhorar”, concluiu.

Número de casos ativos (transmissores) aumentou 330% em um mês (Divulgação)

Fonte: Rádio São Luiz