Hospital Vida & Saúde conta com novo mamógrafo com estereotaxia

(Divulgação)

O Hospital Vida & Saúde realiza em média 600 exames de mamografia por mês. São mulheres de diversos municípios que utilizam este tipo de serviço disponível no Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital.

Na triagem mamográfica, a detecção precoce e o diagnóstico preciso desempenham um papel fundamental. Pensando nisto, o HVS adquiriu um equipamento digital de mamografia com estereotaxia: o Mammomat Fusion da Siemens, que é um sistema de mamografia com tecnologia de ponta criado para melhorar a triagem e diagnósticos.

O equipamento foi adquirido via Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), através de projeto encaminhado e aprovado em 2019. Instalado no fim de 2020, o equipamento entrou em funcionamento ainda em dezembro, quando foram realizados os primeiros exames.

“A principal vantagem do exame digital é a qualidade gerada, de alta definição, que permite uma visualização mais detalhada das mamas, percebendo as pequenas alterações. Além disso, neste tipo de mamografia as imagens já são geradas digitalmente, permitindo ajustes para melhorar ainda mais a visualização”, explica o supervisor do Centro de Diagnóstico do HVS, enfermeiro Neri Potrich Júnior.

A estereotaxia digital consiste em um aparelho capaz de localizar especificamente a área que passará por biopsia. Isto é, define exatamente onde está a alteração, através de radiografias obtidas com diferentes angulações. Durante o procedimento, a paciente fica com a mama instalada e comprimida no aparelho de mamografia, para que fique sempre na mesma posição. O médico localiza a alteração com as radiografias obtidas na hora e ajusta o equipamento para saber o local exato onde irá realizar a biópsia. Outras alterações mamográficas, que podem ser observadas pela estereotaxia digital, são nódulos, áreas de assimetria focal e de distorção da arquitetura mamária

Quem utilizou o novo equipamento garante a diferença no conforto: “O exame foi muito tranquilo. Achei bem melhor em relação aos que fiz anteriormente”, avaliou a paciente Marli Ludtke ao sair da Sala da Mamografia.

Além de aliar tecnologia e mais conforto ao paciente, o novo equipamento é mais um importante avanço no diagnóstico oncológico. “A aquisição do novo mamógrafo veio para qualificar ainda mais o Centro de Diagnóstico do Hospital, e apresenta mais um recurso importante no atendimento ao paciente oncológico”, destaca a diretora-geral, Vanderli de Barros.

Por Jéssica Ribeiro – Assessora de Comunicação do Hospital Vida & Saúde