14º BPM realiza prisões por porte ilegal de arma de fogo e por crime ambiental

(Divulgação/BM)

O crime ambiental diz respeito a apreensão de um Surubim de 24kg, em Roque Gonzales

Porte ilegal de arma de fogo

A Brigada Militar foi acionada para atendimento de uma ocorrência de lesão corporal (briga) em via pública. Na denúncia constava que um dos indivíduos estava portando uma arma de fogo. Quando a guarnição chegou no local, foi visualizado o acusado tentando esconder a arma em sua residência. Foi feita a abordagem e identificação das partes envolvidas bem como a apreensão de um revólver cal 32, com 6 munições intactas. Os envolvidos foram encaminhados ao atendimento médico e posterior à Delegacia de polícia, onde a autoridade policial lavrou o auto de prisão em flagrante delito ao portador da arma.

Prisão por crime ambiental

A guarnição da equipe da Força Tática do 14º BPM, durante barreira policial na localidade de Linha Gramado, interior do Município de Roque Gonzales, abordou a camionete S10, de cor prata, sendo que durante a busca veicular foi localizado na caçamba um peixe da espécie Surubim pesando 24 kg e 200 gr (espécie em extinção e proibido a pesca). Também foi localizado aproximadamente 23 kg de pescado, de peixe espécie cascudo. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao caroneiro o qual assumiu a propriedade dos peixes, com base art 34 da lei 9605/98, Lei dos crimes ambientais. Foi apresentado na delegacia, onde a autoridade policial lavrou o flagrante e estipulou fiança de cinco salários-mínimos a qual foi paga. Após avaliação por parte de médico veterinário o referido produto foi considerado próprio para consumo humano sendo doado ao Lar Escola de São Luiz Gonzaga, conforme prevê o art 25 da Lei 9605/98.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Brigada Militar