Secretário Francisco Lourenço fala sobre os preparativos para futura implantação de programa habitacional

Francisco Lourenço (Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz)

Titular do Planejamento e Gestão também comentou situação da estrada do acesso ao Rincão de São Pedro e sobre pavimentação na área urbana

O Secretário de Planejamento e Gestão de São Luiz Gonzaga, Francisco Lourenço, falou hoje, 16, sobre os desdobramentos envolvendo a estrada do Rincão de São Pedro, pavimentação na área urbana e a conclusão dos projetos técnicos dos loteamentos na Trinta e Vila Nova. Chiquinho, como é popularmente conhecido, lembrou que a demanda por melhoria no trecho do Rincão é bastante antiga e que a solução pelo estabilizador do solo foi encontrada após debate com a comunidade.

Ele destacou que, ao lado dos vereadores, Paulo César da Trindade Garcia e Ana Barros, cumpriu com um dos papeis de parlamentar (enquanto era vereador), que é propor ao Executivo, alternativas e soluções. “Voltamos de Santa Cruz empolgados. Lá visualizamos o excelente trabalho e isso nos deu tranquilidade para incentivar a investir”, recordou o secretário citando o resultado nas estradas do município do Vale do Rio Pardo.

Chiquinho explicou que a mesma empresa que executou em Santa Cruz do Sul perdeu a licitação para a Carpenedo, a qual ainda não havia realizado este tipo de serviço. Como o produto aplicado não se adequou ao terreno e em dias de chuva o trânsito continua prejudicado, o secretário disse que a administração está buscando com a empresa a solução para o problema, mas se não houver acordo o próprio município pode executar o reparo, com devido levantamento dos custos, para posteriormente buscar o ressarcimento. O prefeito, em outra oportunidade, no entanto, já ressaltou que nada pode ser feito até o desenrolar da ação judicial movida por um são-luizense para responsabilizar o chefe do executivo, a empresa e a prefeitura.

Pavimentação na área urbana

Chiquinho explicou que mesmo sendo ele o secretário responsável pela pasta que faz o projeto das ruas e encaminha para o setor licitatório, a definição de quais serão pavimentadas é do prefeito. “Claro que a gente participa, mas é importante dizer que a decisão final e que a caneta está com o prefeito”. O secretário ainda chamou a atenção para o fato que três empresas têm obras licitadas, por isso as frentes de trabalho muitas vezes se encontram em locais distintos e não apenas em um local.

Habitação: projetos técnicos dos loteamentos

O secretário manifestou, durante a entrevista, sua alegria ao participar deste avanço para futura implantação de um programa habitacional no município. “Ainda não tive a oportunidade de conversar com todos os meus eleitores e sei que muitos não entenderam porque eu me licenciei para assumir o Planejamento. Essa foi uma das razões de aceitar. Poder estar inserido e ajudar a decidir as ações que venham favorecer a comunidade são-luizense é algo que me deixa satisfeito”, afirmou.

Chiquinho comentou que os projetos técnicos estão aprovados e foram encaminhados ao cartório para individualização das matrículas. Os lotes ficam na Vila Trinta e Vila Nova.

“A intenção da administração é colocar em prática, mas é importante ressaltar que o programa ainda carece de regulamentação do Governo Federal. Vamos buscar contato com deputados e sanadores para que se possa agilizar e ter recurso para essa área, mas assim que liberar a gente espera já estar com tudo encaminhado”, explicou.

Fonte: Rádio São Luiz