Cláudio Cavalheiro protocola pedido de impeachment do prefeito Sidney Brondani por causa da ação que envolve a estrada do Rincão de São Pedro

(Ilustrativa/divulgação)

Advogado diz que empresa Carpenedo alega negligência do município

O advogado Cláudio Cavalheiro informou hoje, 8, em entrevista ao programa Olho Vivo, que protocolaria na Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga um pedido de impeachment do prefeito Sidney Brondani. O motivo, segundo ele, “é que a defesa da Carpenedo, empresa responsável pela obra do acesso ao Rincão de São Pedro, na sua manifestação, alega negligência e quem sabe má-fé no processo”. O processo foi protocolado por volta das 10h.

Cavalheiro explica que “assim que a Carpenedo foi vencedora da licitação, os seus técnicos, de início, constataram que tinha defeito no projeto básico e executivo. A Carpenedo entende que tinha erro por parte do setor de engenharia do município e aí ficou determinado que o conserto seria a colocação de uma camada de brita de 5 centímetros para somente após fazer a aplicação do produto químico”. O problema, conforme relata Cláudio, é que “o município, por ação do vice Mário Trindade, determinou que fosse feita uma carga de brita de 3 centímetros”. “A Carpenedo está jogando a culpa no município porque o município mandou ela fazer um trabalho que não era correto”, afirma.

“Diante dessa grave situação exposta pela empresa não nos resta outra alternativa a não ser protocolar o pedido de impeachment para que os edis tenham consciência de tudo o que se passou e possam vir a julgar”. No entendimento do advogado, quando o prefeito tomou conhecimento do problema “deveria ter suspendido tudo. Estava claro que estava fadado ao insucesso. Deveria ter feito a licitação de novo, mas preferiram pegar o atalho”, complementa.

Cavalheiro ainda rebateu a manifestação do prefeito de que a “prefeitura não podia fazer nada enquanto o processo está tramitando”. “Como, se tem no contrato há garantia de três anos? Não cobra porque pode ter feito algo errado”. “A gente espera que os vereadores leiam a denúncia e vejam a gravidade do que está posto aqui e julguem com isenção”. A denúncia foi protocolada hoje, às 10h, e na outra segunda deve ser lida em plenário.

O que diz o prefeito Sidney Brondani

Logo após a manifestação de Cavalheiro, o prefeito Brondani comentou o caso. “Não tomei conhecimento ainda da defesa da Carpenedo. Ouvi uma parte da entrevista do advogado Cláudio por quem eu tenho muito respeito. É um direito que ele tem, não tem problema nenhum”, iniciou.

“Nesses dois meses que estou aqui tive tantos problemas como nos quatro anos que antecederam, não tem sábado e não tem domingo. Elenquei duas prioridades, a primeira é a pandemia, que não da folga de segunda a segunda, a outra é a estrada do Rincão de São Pedro. Estamos trabalhando e não é verdade que o município está omisso”.

“Temos duas ações, um processo administrativo interno, que está andando, inclusive na semana passada recebemos a última informação dizendo que a empresa não ia fazer sem custo. O entendimento da administração, através da equipe técnica, é que precisam ser feitos os procedimentos e que o município não pode pagar pelas obras complementares. A empresa entende que não pode fazer sem receber”, explicou.

Brondani comentou ainda que sugeriu uma reunião de conciliação na quinta-feira passada, mas o representante da empresa não compareceu. Diante disso, o chefe de governo disse ter “determinado ao setor jurídico para que dentro do processo administrativo legal desse cinco dias para iniciar a recuperação, em não iniciando, existem outros processos judiciais para serem encaminhados”.

“Só estou estranhando que o doutor Cláudio, com todo o respeito, está julgando o processo. Cabe ao município fazer sua defesa, aguardar a instrução, aguardar que o judiciário julgue. Estamos muito tranquilos com isso”, afirmou.

“Se é para resolver meu telefone está à disposição 24 horas por dia, mas se é por uma questão política podemos deixar para outro dia. Nos deixa acabrunhado, mas a vida segue. Não podemos parar”, encerrou o prefeito.

Fonte: Rádio São Luiz