Polícia Civil prende agressor de 55 anos pelo crime de violência doméstica em Porto Xavier

(Divulgação)

Homem ameaçou atear fogo na residência da vítima e descumpriu medida protetiva de urgência

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Porto Xavier, capturou em flagrante, na manhã de hoje, 09, um homem de 55 anos de idade pelos crimes de ameaça e descumprimento de medidas protetivas de urgência da Lei Maria da Penha.

A vítima, uma mulher de 59 anos, na data de 08/03, Dia Internacional da Mulher, solicitou medidas protetivas de urgência à justiça tendo em vista que relatou ter sido agredida pelo homem preso, seu companheiro. O Poder Judiciário determinou ao acusado, então, a proibição de se aproximar a menos de 50 metros da vítima, bem como determinou a saída do agressor da residência. No entanto, na manhã de hoje, 09, o filho da vítima acionou a Polícia Civil pois o investigado estava na moradia e teria mandado a vítima ( e ex-mulher) sair da local e, se esta não obedecesse,  iria atear fogo na moradia do casal.

Após a comunicação do fato, de imediato, policiais civis da DP de Porto Xavier, coordenados pelo Delegado de Polícia Anderson Pettenon, deslocaram-se ao local e deram voz de prisão ao homem pelos crimes de ameaça e descumprimento de medida protetiva de urgência. Não houve resistência à captura. O indivíduo foi autuado em flagrante encaminhado ao sistema prisional onde permanece à disposição da justiça. O inquérito policial será enviado à justiça no prazo legal de 10 dias.

A ação ocorre em meio à denominada “Operação resguardo” em âmbitos estadual e federal, em alusão ao mês da mulher, e que visa coibir todas as formas de violência doméstica e familiar às vítimas em situação de vulnerabilidade no meio familiar. A Polícia Civil está à disposição de vítimas para o acolhimento e encaminhamento de medidas protetivas de urgência.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil