3° Batalhão Ambiental da Brigada Militar participa da Operação Ágata com a Marinha do Brasil na região de fronteira com a Argentina

(Divulgação/PATRAM)

No período de 20 a 25 de março, guarnições do 3° Batalhão Ambiental participaram da Operação Integrada Ágata 1° Trimestre 2021, em conjunto com a Marinha do Brasil, Polícia Federal, Receita Federal e Policia Civil,  onde foram desenvolvidas atividades de patrulhamento embarcado no Rio Uruguai e também motorizado nas vias terrestres, abrangendo toda a extensão entre os municípios de Derrubadas a Barra do Quarai.

Durante a atividade foram apreendidas 1,5 toneladas de milho provenientes de descaminho da Argentina.  Foram realizadas 83 abordagens e emitidas 15 notificações de infrações, 05 apreensões de embarcação, 01 espingarda calibre 28 e 18 cartuchos de munição. Também foram efetuados 05 autuações pelos policiais militares da PATRAM referente a embarcações que praticavam pesca ilegal e uso de petrechos de pesca proibido.

Realizada a apreensão de 1300 metros de redes de pesca proibidas, 1400 metros de espinhéis, 01 guincho elétrico e 03 armadilhas de cabo de aço para pesca de grandes espécies de peixe.

Coibir o uso de material de pesca ilegal visa proteger os organismos aquáticos.  Salientando que decorrente do baixo volume de água no Rio Uruguai, em virtude da estiagem, restou prejudicado a navegação em alguns pontos do Rio. Participaram da operação 72 agentes.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PATRAM