Privatização da Corsan pode trazer grandes dificuldades para municípios menores, avalia deputado Valdeci Oliveira

(Divulgação)

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) falou nesta quinta-feira, 1º, sobre a sinalização do governo do estado em vender a Corsan. Ele lembrou que Eduardo Leite disse, durante a campanha, que não privatizaria a estatal e criticou a “mudança de opinião” justamente neste momento de crise. “Ele se aproveita de forma inoportuna”, comentou o parlamentar.

Valdeci disse que foi importante a decisão da Famurs de pedir para que o governo retire a PEC que extingue a necessidade de ocorrer plebiscito para discutir o tema. Ele acrescentou que estão sendo marcadas audiências públicas para sensibilizar o governo e envolver a sociedade. “Uma companhia que teve lucro de R$ 3,2 bilhões e líquido de R$ 480 milhões ser privatizada no momento que o estado alega pouco dinheiro me parece uma contradição enorme”, observou.

O parlamentar reconheceu que a companhia tem problemas, como o próprio caso de São Luiz Gonzaga onde a estatal não fez os investimentos com os quais havia se comprometido, mas ressaltou que são questões que podem ser resolvidas, com entrega de melhores resultados do que a iniciativa privada. “Uma empresa jamais vai investir onde não dá lucro. Municípios pequenos perderiam subsídios cruzados e acabaríamos com grandes dificuldades. Uruguaiana e São Gabriel, onde foi privatizado, tem a água caríssima e de péssima qualidade”, exemplificou.

Fonte: Rádio São Luiz