Corsan abre licitação para iniciar obras de esgotamento sanitário em São Luiz Gonzaga

(Divulgação)

Investimento previsto é de R$ 12.630.616,61 e deve atender de 22% a 25% da área urbana

A Corsan abriu ontem, 6, o processo de licitação para iniciar as obras de esgotamento sanitário em São Luiz Gonzaga no valor de R$ 12.630.616,61 (doze milhões, seiscentos e trinta mil, seiscentos e dezesseis reais e sessenta e um centavos), “objetivando atender 2.300 economias – mais de 6.600 famílias – o que representa de 22% a 25% da população do município”. Conforme o prefeito Sidney Brondani, o cálculo compreende quase ¼ da área urbana.

O prefeito lembrou que a demanda é uma reivindicação antiga e estabelecida em contrato. Foram vários os encontros do Executivo com a presidência da companhia, pressão da Câmara de Vereadores até que agora, finalmente, os resultados começam a aparecer.

As propostas da licitação devem ser abertas às 10h do próximo dia 29 de abril. A obra deve partir da zona central em direção ao Bairro Marcos, onde futuramente será instalada a estação de tratamento. A área para essa instalação, inclusive, já foi desapropriada pela prefeitura.

O prefeito Sidney comentou que a economia do município será beneficiada, pois vai gerar empregos diretos. “Grande parte do material pode até ser adquirido fora, mas a mão de obra deve ser daqui”, explicou.

Sobre a discussão que envolve a privatização da Corsan e se isso poderia prejudicar, Brondani reiterou que já se posicionou contra a venda e garantiu que a grande maioria dos gestores, cerca de 80%, também se manifestou com a mesma opinião durante encontro da Famurs. “A Corsan precisa melhorar os investimentos. O atendimento é de razoável para bom, tem questões pontuais que sempre terá de um prestador de serviço”, concluiu.

Fonte: Rádio São Luiz