Vereador João Iuri protocola projeto de lei que inclui atividade física assistida por profissional de Educação Física como serviço essencial

(Arquivo pessoal/Divulgação)

Profissionais de Educação Física poderão trabalhar – respeitando as regras sanitárias – mesmo em bandeira preta

No dia 23 de março, o governador Eduardo Leite sancionou um projeto de lei da Assembleia Legislativa que regulamenta a atividade física assistida por profissional de Educação Física como atividade essencial. Isso significa que mesmo em bandeira preta os profissionais da área não podem ser proibidos de trabalhar, tanto em ambiente privado como ambiente público.

Segundo o vereador João Iuri, após isso profissionais do município o procuraram para que ele também apresentasse o projeto em São Luiz Gonzaga. O parlamentar lembrou que já havia feito uma proposição, porém, quando ocorreu a aprovação do estado, houve o suporte necessário para regulamentar a lei em nível municipal.

Até o momento, segundo João Iuri, mais de 20 municípios já fizeram essa regulamentação.

O vereador citou matéria da Revista Veja, que divulgou um estudo mostrando que a atividade física reduz em 34% a chance de um paciente acometido pela covid-19 ser internado. Por experiência própria, o parlamentar defende a atividade física. “Na primavera de 2018 desenvolvi uma renite alérgica que quase desencadeou uma quando asmático, mas após correr habitualmente o problema desapareceu e não precisei mais fazer uso de medicamentos”, comentou.

O projeto do vereador João Iuri foi recebido pela secretaria de administração e agora vai para a sanção do prefeito Sidney Brondani.

Fonte: Rádio São Luiz